Home / Comunicação / CNM se reúne com secretária de Assuntos Federativos para tratar pauta amazônica

Notícias

06/11/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM se reúne com secretária de Assuntos Federativos para tratar pauta amazônica

Ag. CNMRepresentantes da Confederação Nacional de Municípios (CNM) se reuniram com a secretária de Assuntos Federativos (SAF), Deborah Aroxa, para tratar de pautas da região Amazônica. A reunião ocorreu na manhã desta quarta-feira, 6 de novembro, no Palácio do Planalto. Os prefeitos de Manaquiri (AM), Jair Souto, e de Guajará-Mirim (RO), Cícero Noronha, o secretário da CNM, Hudson Brito, os consultores da entidade Marcelo Barbieri e Josenir Nascimento; e as técnicas Sofia Zagallo e Thais Mendes apresentaram as demandas dos Municípios amazônicos.

A falta de destinação de recursos do Fundo Amazônia aos Entes locais e as dificuldades enfrentadas pelos Municípios de Fronteira foram as duas principais pautas em debate. O prefeito de Manaquiri, que também é tesoureiro da Confederação, alertou a secretária da SAF que, do total dos recursos do Fundo em 2018, cerca R$ 1 bilhão, apenas 1% foi destinado aos Municípios da região. “Nosso pleito aqui é que sejam redefinidos os critérios de distribuição do Fundo para possibilitar que os Municípios tenham a capacidade de captar esses recursos”, explicou o prefeito amazonense.

Além disso, a CNM pediu o apoio da SAF para pleitear uma representação municipal no Comitê Orientador do Fundo Amazônia, que atualmente só tem representantes dos governos federal e estaduais e da sociedade civil.

Municípios de Fronteiras

Outra pauta abordada, desta vez apresentada pelo prefeito de Guajará-Mirim, foram as dificuldades enfrentadas pelos Municípios que estão na faixa de fronteira. O prefeito pediu à secretária da SAF que o governo federal tenha mais sensibilidade com as pautas desses Municípios. “Se nós queremos trazer esse ‘Mais Brasil, Menos Brasília’, a gente precisa olhar para esses Municípios mais distantes. Além disso, o governo precisa estar atento às diferenças geográficas e financeiras”, alertou.

Deborah Aroxa destacou que a SAF tem recebido e olhado com atenção para as pautas apresentadas pelo movimento municipalista. “Eu vou olhar essas demandas, vamos avaliar e dou um feedback para vocês, mas sugiro que se reúnam com os ministérios competentes e me comuniquem o andamento da demanda, vamos colocar nossos técnicos para estudarem essas pautas”, disse.

Por Mabilia Souza

Foto: Mabilia Souza/Ag.CNM

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas