Home / Comunicação / CNM, Terezópolis de Goiás e o Estado programam seminário governança para novembro

Notícias

11/09/2019

Compartilhe esta notícia:

CNM, Terezópolis de Goiás e o Estado programam seminário governança para novembro

Marco Melo/Ag. CNMPromover um evento em Terezópolis de Goiás (GO), em novembro, no mesmo formato do Seminário Nacional de Governança para o Turismo, promovido em Capitólio (MG), em julho, é o objetivo do prefeito Francisco Alves Júnior. Ele foi recebido pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, na manhã desta quarta-feira, 11 de setembro, para apresentar a proposta.

Acompanhado da representante da Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo), Sônia Stival, e da secretária municipal Deyne Alves, o prefeito foi recebido pela equipe técnica e institucional, sede da entidade, em Brasília. Em entrevista à Agência CNM de Notícias, o gestor terezopolino contou que o evento seria sediado em seu Município, mas que a intenção é atender às demais localidades da região para fomentar o comércio, desenvolver o turismo local e promover a troca de experiência.

“O Turismo é uma indústria limpa, é uma indústria altamente de resultados, de empregabilidade, porque não se substitui o acolhimento e a recepção de um turista, por um aplicativo, ou por um computador. Você precisa de gente para receber gente”, argumentou Alves Júnior. Nesse entendimento, ele reforçou a necessidade de pessoas para receber os visitantes, apresentar a gastronomia regional, e acompanhar nas visitações.

O gestor reconhece a atividade como forma de transformação da sociedade e de oportunidade para a comunidade. Já a secretaria estadual contou o trabalho integrado de desenvolvimento regional promovido pelo governo do Goiás com as instituições e os Municípios. “Hoje, nós temos dez regiões turísticas no Estado, e estamos começando a desenhar as ações do governo por todo o Estado”, pontuou secretária.

Marco Melo/Ag. CNMNovidades
Na ocasião, Sônia conta uma novidade interessante, o lançamento do programa gastronômico do Estado do Goiás, nos próximos dias. Tanto o prefeito quanto as secretarias elogiaram o formato do seminário de governança, que lhes permitiu conhecer iniciativas inovadoras de outros gestores municipais. A proposta é realizar o evento no Municípios, em parceria com a CNM e a Federação Goiana de Municípios (FGM).

“Nós vamos ter que começar a debater essa pauta com o governo federal, porque o Turismo tem um espaço extraordinário no Brasil, que gera emprego, renda e traz qualidade de vida”, afirmou Aroldi. A técnica de Turismo da CNM, Marta Feitosa, explicou que duas grandes áreas impulsionadoras do desenvolvimento da economia nacional são o Agronegócio e o Turismo. Mas, segundo ela, diferentemente do Agronegócio, “quanto mais o Turismo cresce e melhora, mas ele emprega”.

Mobilização
Durante o encontro com o prefeito, o presidente da CNM também relatou a luta do movimento municipalista para garantir a distribuição do bônus de assinatura da cessão onerosa do pré-sal por meio do Fundo de Participação dos estados e dos Municípios (FPE e PFM). Ele aproveitou para convidar o prefeito para a mobilização do dia 17 de setembro, para pressionar os deputados a manterem a redação aprovada pelo Senado, além de outras pautas prioritárias.

“Para começar, ninguém perde nada porque isso é um apoio financeiro do governo. Se o governo quisesse, ele ficaria com os R$ 70 bilhões. Ele [o governo] está compartilhando com Estados e Municípios uma receita que a legislação não prevê o compartilhamento. Foi um compromisso assumido lá na Marcha [XXII Marca a Brasília em Defesa dos Municípios, ocorrida em abril deste ano]”, explicou Aroldi.

Por Raquel Montalvão
Fotos: Marco Melo/ Ag. CNM
Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas