Home / Comunicação / Com riquezas históricas e patrimoniais, Amapá fortalece rede municipalista de turismo

Notícias

16/08/2019

Compartilhe esta notícia:

Com riquezas históricas e patrimoniais, Amapá fortalece rede municipalista de turismo

CNMCom um enorme potencial para o desenvolvimento do turismo, Mazagão, no Amapá, teve a oportunidade de receber uma capacitação específica sobre o tema para fomentar tais potencialidades. Logo depois da realização do CNM Qualifica em Belém, no Pará, na última terça-feira, 13 de agosto, a turismóloga Marta Feitosa, responsável pela área técnica do Turismo da Confederação Nacional de Municípios (CNM), partiu para o Estado vizinho.

Os gestores amapaenses estiveram no auditório do Sesc, na região metropolitana da capital Macapá, entre as 8h e 18h desta quinta-feira, 15 de novembro, para a formação. Em formato de seminário, com compartilhamento de conteúdo e de experiências, o curso teve como tema Eventos Turísticos no Município – Como realizar?. Marta destacou que a edição teve importantes discussões sobre o turismo no Brasil e, especialmente, sobre o turismo de eventos e os impactos para a economia e cultura do Ente local.

Mazagão é um Município com uma história intrigante e fascinante. O primitivo distrito de Mazagão Velho, distante 30 km da atual sede municipal, foi projetado no século XVIII para receber os habitantes de uma cidade chamada Mazagão, localizada em Marrocos e que estava sob o domínio português. Todos os moradores foram transferidos da África para a nova comunidade, banhada pelo Rio Mutuacá.

CNMPouco depois, a população foi acometida por uma epidemia e a cidade original foi se desintegrando, levando os moradores remanescentes a ocupar outras áreas nas proximidades, como a atual cidade de Mazagão. Além das riquezas históricas e patrimoniais, o Município – assim como os demais do Amapá – guarda tesouros naturais e culturais.

Marta conta que o seminário acabou ultrapassando a temática dos eventos turísticos e contemplou outros temas de igual importância para o setor. Compareceram mais de 30 gestores e técnicos municipais, de todos os 16 Municípios do Estado. O prefeito de Mazagão, João da Silva Costa, e o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Amapá (Ameap), Ofirney Sadala, também se fizeram presentes.

Entre os resultados alcançados, a turismóloga destaca a criação de um grupo com os Secretários e gestores municipais de Turismo do Estado do Amapá, para que eles possam trabalhar em conjunto para o desenvolvimento integrado do Turismo nos Municípios. E a definição de duas reivindicações que serão levadas a Brasília pela CNM: a ampliação do porto transoceânico do Amapá, com vistas a receber cruzeiros marítimos, e o fomento ao turismo de pesca.

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas