Home / Comunicação / Concessão de parques nacionais pode atrair investimentos para Municípios

Notícias

18/02/2021

Compartilhe esta notícia:

Concessão de parques nacionais pode atrair investimentos para Municípios

18022021 LENCOIS maranhao turismoO governo federal anunciou que lançará, na próxima semana, a partir de 22 de fevereiro, oito editais para contratação de estudos referentes à concessão de oito unidades de conservação federais. A iniciativa é dos Ministérios do Turismo e do Meio Ambiente em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com o objetivo de fortalecer as ações de preservação ambiental e integrá-las à atividade turística, ao desenvolvimento econômico e social. A expectativa da União é ampliar em cerca de 30% o número de visitantes nos parques concedidos.

Estão na relação o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (localizado nos Municípios de Barreirinhas, Santo Amaro do Maranhão e Primeira Cruz, no Maranhão), o Parque Nacional de Jericoacoara (inserido nos Municípios de Jijoca de Jericoacoara, Cruz e Camocim, no Ceará), o Parque Nacional de Ubajara (situado nos Município de Ubajara, Tianguá e Frecheirinha, no Ceará), o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (cuja área está nos Municípios de Chapada dos Guimarães e Cuiabá, no Mato Grosso), o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (cujo território está distribuído por Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim, no Rio de Janeiro), o Parque Nacional da Serra da Bodoquena (que abrange parte dos Municípios de Porto Murtinho, Jardim, Bonito e Bodoquena, no Mato Grosso do Sul), o Parque Nacional de Brasília e a Floresta Nacional de Brasília (ambos no Distrito Federal).

A área técnica de Turismo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça que a concessão dos parques pode atrair investimentos e impulsionar o turismo nos Municípios. Além disso, a preservação ambiental é de extrema importância, principalmente neste momento de retomada do turismo nacional, onde as atividades ao ar livre podem ser praticadas com segurança, cumprindo os protocolos de combate à disseminação da pandemia da Covid-19.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do Ministério do Turismo

Foto: Arquivo/EBC


Notícias relacionadas