Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a política de privacidade e política de cookies.

Home / Comunicação / Edição especial do Bate-papo com a CNM reforça importância do Outubro Rosa

Notícias

14/10/2021

Compartilhe esta notícia:

Edição especial do Bate-papo com a CNM reforça importância do Outubro Rosa

14102021 OUTUBRO ROSA BATE PAPO CNMPara apoiar a campanha mundial de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama – o Outubro Rosa –, que acontece durante todo o mês, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) e o Movimento Mulheres Municipalista (MMM) promovem nesta sexta-feira, 15, edição especial do Bate-papo com a CNM para debater sobre a importância da iniciativa.

O Bate-papo terá a participação de duas prefeitas, ambas médicas, Graça Matos, do Município de Nova Ipixuna (PA), e Geny Violatto, de Santo Inácio (PR). Pela CNM participam as analistas técnicas da área de Mulheres e Juventude, Thaís Mendes, e de Saúde, Bruna Costa, além da consultora de Saúde Fabrícia Martins. A transmissão pode ser acompanhada a partir das 10h no canal da CNM no YouTube ou na página da entidade no Facebook.

Câncer de mama
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca/Ministério da Saúde), para o Brasil, estima-se 66.280 novos casos de câncer de mama a cada ano do triênio 2020-2022. Esse valor corresponde a um risco estimado de 61,61 casos novos a cada 100 mil mulheres.

Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama feminino ocupa a primeira posição mais frequente em todas as regiões brasileiras, com um risco estimado de 81,06 por 100 mil no Sudeste; de 71,16 por 100 mil no Sul; de 45,24 por 100 mil no Centro-Oeste; de 44,29 por 100 mil no Nordeste; e de 21,34 por 100 mil no Norte.

Em razão dos números alarmantes e da proximidade com o Novembro Azul, que chama atenção para o câncer de próstata, a CNM vai lançar campanha conjunta no fim de outubro para sensibilizar o público municipalista com cuidados preventivos com a saúde.

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas