Home / Comunicação / Emergência: aumenta número de Municípios sulistas afetados por fortes chuvas

Notícias

17/07/2015

Compartilhe esta notícia:

Emergência: aumenta número de Municípios sulistas afetados por fortes chuvas

Pref. Franciso BeltrãoA Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem acompanhado as calamidades de Municípios do Sul, que sofrem com chuvas fortes e temporais. Diversas prefeituras em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul decretaram Situação de Emergência nesta semana.

Em Santa Catarina, são 52 Municípios atingidos - 18 deles em Situação de Emergência e três em Estado de Calamidade Pública. São Joaquim e Coronel Freitas registraram uma morte cada. As informações são da Defesa Civil estadual.

O número de pessoas afetadas pelos temporais chega a 7.260. Há 1,4 mil desalojados e 62 desabrigados. Mais de 1,2 mil casas foram danificadas ou destruídas. Há ainda 85 empresas além de 40 prédios públicos, como escolas e unidades de saúde. Outras 432 obras de infraestrutura pública, como pontes, por exemplo, também foram prejudicadas.

Municípios do Paraná
No Paraná, a quantidade de Municípios afetados chega a 57, segundo a Defesa Civil paranaense. São 35.022 mil cidadãos impactados, uma pessoa morreu em Araruna, 580 estão desalojadas e 99 desabrigadas. Ao todo, 4.663 casas foram danificadas e 18 ficaram destruídas.

Foram reconhecidos pelo governo estadual 28 decretos municipais de Situação de Emergência, com danos e prejuízos. Só em Francisco Beltrão, um dos mais atingidos pelas chuvas, os prejuízos ultrapassam os R$ 20 milhões.

Municípios gaúchos
No Rio Grande do Sul, 6.320  pessoas tiveram de deixar as casas - 875 estão desabrigadas e foram para abrigos públicos organizados pelas prefeituras. Um total de 47 Municípios foram afetados, de acordo com boletim da Defesa Civil gaúcha.

 


Notícias relacionadas