Home / Comunicação / Essencial para o desenvolvimento do Turismo, público em Capitólio conhece formas de atrair investimentos

Notícias

15/07/2019

Compartilhe esta notícia:

Essencial para o desenvolvimento do Turismo, público em Capitólio conhece formas de atrair investimentos

15072019 capitolio 1O crescimento do Turismo de uma cidade só é possível por meio de investimentos que garantam infraestrutura aos visitantes. Alternativas de financiamento e captação de recursos para os Municípios foram os destaques de mais um painel do Seminário Nacional de Governança para o Turismo de Capitólio (MG). A Plataforma Êxitos – ferramenta oferecida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) – e o caso de sucesso de Barreirinha, no Maranhão, que implementou o voucher digital e aumentou a arrecadação local, foram apresentados ao público.

A Plataforma Êxitos foi detalhada pela consultora da CNM Marli Burato. Disponível aos Municípios contribuintes com o movimento municipalista, a ferramenta faz parte do conteúdo exclusivo e oferece aos gestores a consulta de oportunidades de captação de recursos por meio de editais publicados pelo governo federal e também está ligada a financiamentos e conexões com bancos.

Burato explicou que a ferramenta foi desenvolvida para diminuir as dificuldades dos gestores quando procuram alternativas de captação de recursos para a execução de projetos nos Municípios. Nesse sentido, informou que a Plataforma Êxitos facilita essa busca com a otimização de até 95% do tempo, pois faz um mapeamento e filtra as oportunidades em diversas áreas. “A ferramenta, de uma forma bastante prática, ajuda a reduzir dificuldades do dia a dia como, por exemplo, onde buscar informações, o tipo de documentação necessária para captação de recursos, e os projetos e recursos disponíveis para o desenvolvimento de políticas públicas”, argumentou.

Voucher digital
Situado em uma das paisagens mais belas do país, a região dos Lençóis Maranhenses, o Município de Barreirinhas inovou no atendimento ao turista com a criação do voucher digital (documento ágil para o registro de prestações dos serviços turísticos) e funcional como uma porta de entrada do famoso ponto turístico. O sistema utiliza pulseiras eletrônicas, entregues a visitantes por agências de turismo credenciadas, que monitoram atrativos procurados na região e subsidiam gestores públicos com estatísticas. “Isso permite monitorar visitas e garantir um controle efetivo da nossa parte ecológica”, frisou o prefeito da cidade, Albérico Filho.

Implementado com o auxílio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o voucher digital permitiu a prefeitura monitorar e ter acesso a dados concretos que são utilizados na definição de estratégias. “Essa parceria com o Sebrae foi importantíssima. A gente conseguiu gerenciar as nossas habilidades, pois não tínhamos dados efetivos sobre tudo o que estava acontecendo e conseguimos desenvolver ações para o desenvolvimento sustentável da nossa cidade”.

15072019 capitolio 1 2Oportunidades federais
As oportunidades oferecidas pelo governo federal aos Municípios fizeram parte da apresentação da coordenadora geral do Ministério do Turismo (MTur), Ana Carla Moura. A palestrante conduziu a sua explanação com abordagens sobre o financiamento e apoio para o desenvolvimento do Turismo pelos setores público e privado.

Explicações referentes à reformulação do Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur + Turismo) que permite o financiamento de projetos de Municípios e do setor de privado foi um dos pontos detalhados pela representante do governo federal. O Fundo Geral do Turismo (Fungetur), programa que permite o aporte financeiro em infraestrutura turística para o setor privado também fez parte da apresentação da representante do governo federal. “O Turismo tem que alinhar todos esses setores”, defendeu a palestrante.

Oportunidades de financiamentos em bancos públicos nortearam as apresentações do representante do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), André Souto. Ele destacou o trabalho em cidades patrimônio cultural por meio do Plano Nacional do Turismo e ações do Mtur para garantir apoio aos Municípios em desenvolvimento de infraestrutura (iluminação pública, saneamento ambiental, equipamentos turísticos e serviços públicos).

O painel ainda contou com a participação do gerente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Rodrigo Teixeira, que explicou as opções de financiamento regionalizadas. O Seminário Nacional de Governança para o Turismo é promovido pela CNM em parceria com a Associação Mineira de Municípios (AMM) e a prefeitura de Capitólio. Também conta com o apoio institucional do Sebrae.

Por: Allan Oliveira

Foto: Allan Oliveira

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas