Home / Comunicação / Estados adotam medidas para apoiar o setor cultural durante a pandemia, confira

Notícias

07/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Estados adotam medidas para apoiar o setor cultural durante a pandemia, confira

 MinC Lincoln Marcos

Ao menos 17 Estados das cinco regiões do país adotaram medidas para reduzir os impactos negativos gerados no setor cultural pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Diante das ações tomadas pelos órgãos gestores estaduais de cultura no último mês, a área técnica de Cultura da Confederação Nacional de Municípios (CNM) atualiza o mapeamento que explicita o panorama dessas iniciativas que vêm sendo adotadas.

Em resumo, as medidas são direcionadas a dois grupos: agentes culturais locais, que podem se inscrever para participar das oportunidades oferecidas por secretarias estaduais de cultura; e cidadãos comuns, que podem acessar de forma gratuita diversos conteúdos culturais. As ações podem ser inspiração para os Municípios interessados em superar os desafios colocados pela Covid-19 no âmbito da gestão pública de cultura.

Dentre as ações recentes, a Secretaria de Estado de Cultura de Goiás vem desenvolvendo o projeto Cultura em Casa, que disponibiliza conteúdos culturais por meio de redes sociais. Integrado a essa iniciativa, o órgão lançou o projeto Música na Varanda, que promove essa linguagem de forma presencial por meio de apresentações musicais em varandas de apartamentos, que também são transmitidas ao vivo pela internet.

O edital Cultura em Casa foi lançado pela Secretaria de Estado da Cultura de Roraima para selecionar apresentações culturais on-line nas áreas de música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais e gastronomia, que serão veiculadas em redes sociais e plataformas digitais. Os agentes culturais roraimenses podem se inscrever até sexta-feira, 8 de maio.

No Acre, a Fundação de Cultura Elias Mansour publicou o edital ConectCultura para fomentar projetos culturais que disponibilizem conteúdos artísticos relacionados à promoção das artes e da cultura, que irão compor a programação do Festival #ConectCultura – A Arte Vive, em âmbito virtual. As inscrições vão até 14 de maio.

Plataformas
O edital Festival Dendi Casa Tem Cultura foi lançado pela Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas para promover apresentações ao vivo pela internet, nas áreas de música, artes cênicas e literatura, bem como de formações técnicas do setor cultural. As inscrições estiveram abertas até 30 de abril.

No Rio Grande do Norte, a Fundação José Augusto publicou o edital Tô em Casa, Tô na Rede para escolher propostas de iniciativas artístico-culturais que abrangem transmissões ao vivo, vídeos gravados e mídias de áudio em plataformas de streaming – como audiobooks, audioaulas, podcasts e entrevistas -, nas áreas de música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais, repente e outras expressões culturais populares. As inscrições foram encerradas em 27 de abril.

Segunda fase
O edital Festival Cultura em Casa foi lançado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso para fomentar profissionais do setor cultural das diversas linguagens artísticas e expressões culturais, a fim de viabilizar a realização de atividades culturais, que serão transmitidas pela internet, rádio ou televisão. As inscrições terminaram em 22 de abril e está prevista a abertura de uma segunda fase para o recebimento de novas propostas.

Além disso, a Mato Grosso Escola de Teatro, instituição vinculada à secretaria, selecionou artistas por meio de edital para ministrar aulas à distância, em cursos de extensão on-line, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, cinema, artes visuais e outras que visem à promoção, valorização e fortalecimento da identidade e manifestações culturais mato-grossenses. As inscrições encerraram em 17 de abril. As aulas iniciam-se no dia 11 de maio.

Pioneiros
Além de disponibilizar na internet diversos conteúdos culturais, inclusive aulas sobre cultura e criatividade, por meio da campanha #CulturaemCasa, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo instituiu uma linha de crédito para capital de giro voltada às empresas paulistas do setor cultural.

A Secretaria de Estado de Cultura do Pará selecionou, por meio do edital Festival Te Aquieta em Casa, conteúdos culturais em formato digital nas áreas de artesanato, música, dança, teatro, contação de histórias, artes visuais e expressões culturais populares, afro-brasileiras, indígenas e oriundas de comunidades tradicionais. Os artistas paraenses tiveram três oportunidades de período para fazer a inscrição.

Lançamento
A partir do edital Conexão Cultural, a Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão selecionou apresentações de agentes culturais maranhenses, em formato digital, que estão sendo disponibilizadas desde março nas redes sociais da secretaria e dos artistas. A segunda edição do edital foi lançada e recebeu inscrições até 8 de abril.

Além disso, a Biblioteca Pública Benedito Leite, instituição vinculada ao órgão, lançou, recentemente, uma campanha de incentivo à leitura, que conta com acervo da biblioteca disponibilizado on-line.

Proposta
A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) selecionou por meio do edital Meu Espaço – Compartilhando Cultura propostas artísticas gravadas em vídeo, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, poesia falada, histórias em quadrinhos, contação de histórias, cinema, artes visuais, circo e culturas populares. As inscrições encerraram 10 de abril. Os conteúdos culturais estão sendo divulgados desde o fim de abril nas redes sociais do órgão.

A partir do edital Cultura Dendicasa: Festival Arte de Casa para o Mundo a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará selecionou produções de conteúdo artístico-cultural, em formato digital, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, audiovisual, artes visuais, circo, humor, moda, cultura popular e tradicional e cultura alimentar. As inscrições estiveram abertas até 10 de abril.

Inscrição
A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul selecionou por meio do edital MS Cultura Presente propostas artísticas on-line nas áreas de artesanato, música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais e patrimônio cultural. As inscrições encerraram no dia 13 de abril. Há ainda a previsão da abertura de um novo período de inscrição.

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro lançou o projeto Histórias por Telefone, que está convocando voluntários para ler poemas, contar histórias e bater um papo por telefone com fluminenses, que estão em isolamento social. Os artistas interessados em ligar e os cidadãos que desejarem receber ligações podem se inscrever por meio de formulário eletrônico.

Expressões culturais
O órgão também publicou, recentemente, o edital Cultura Presente nas Redes, a fim de promover produções culturais para apresentações em plataformas digitais, nas áreas de música, dança, teatro, literatura, audiovisual, artes visuais, moda, circo, museu, cultura alimentar e expressões culturais populares. As inscrições estiveram abertas até 25 de abril.

O edital Sossega o Facho em Casa da Secretaria de Estado de Cultura do Piauí selecionou propostas de produções artísticas digitais nas áreas de música, artes cênicas, literatura, audiovisual, artes visuais e culturas populares. As inscrições já foram encerradas. O órgão criou também o projeto Te Aquieta e Lê, que está distribuindo, gratuitamente, livros pelos correios. Os piauienses dos diversos Municípios do Estado podem escolher até dois títulos da lista disponibilizada pela secretaria, informando-os junto com o endereço para entrega pelo e-mail secult.ascom@secult.pi.gov.br.

Canal
A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado do Amazonas diversificou suas iniciativas. Além de disponibilizar diversos conteúdos culturais no âmbito da campanha Cultura Sem Sair de Casa, o órgão publicou o edital Fica na Rede, Maninho, a fim de selecionar propostas para veiculação virtual de atividades artístico-culturais nas áreas de música, artes cênicas, literatura, audiovisual e artes visuais. As inscrições para o primeiro lote foram até 8 de abril e para o segundo lote até 23 de abril. O último está com as inscrições abertas até 8 de maio.

Além disso, a secretaria disponibilizou um canal de atendimento para apoiar os profissionais dos setores da cultura e da economia criativa, inclusive orientando-os sobre como acessar o microcrédito ofertado pelo governo do Amazonas durante a pandemia.

Agenda
A Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo lançou o edital Emergencial da Cultura visando a investir em propostas artístico-culturais presenciais e virtuais nas áreas de música, artes cênicas e culturas populares. Os presenciais ocorrerão após o fim da vigência do estado de emergência em saúde pública no Estado, enquanto os virtuais serão disponibilizados ao vivo pela internet. Os agentes culturais capixabas puderam se inscrever até 20 de abril. Um segundo período de inscrições está agendado para 20 de maio a 1º de junho.

A partir de outro tipo de fonte de financiamento, a Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul vai financiar projetos culturais que possibilitem o acesso, a distribuição e a fruição de conteúdos culturais em ambiente virtual. A partir da Instrução Normativa 3/2020, a Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul poderá ser utilizada para fomentar esse tipo de projeto cultural durante a pandemia.

Conteúdo
Além dessas medidas de fomento direto ao setor cultural, outros Estados estão ainda apenas disponibilizando conteúdos culturais em suas plataformas digitais. Conheça a relação de materiais:

- Secretaria de Cultura do Estado da Bahia;
- Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais;
- Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura do Paraná;
- Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco;
- Fundação Catarinense de Cultura.

O setor cultural do seu Município vem sendo impactado pelo novo coronavírus? Compartilhe com a área técnica de Cultura da CNM as medidas que a gestão pública de cultura do seu Município está adotando para superar os atuais desafios enfrentados pelo setor cultural.

Leia também: Área de Cultura da CNM lista mais medidas estaduais de apoio a iniciativas à distância durante pandemia
CNM faz mapeamento das medidas estaduais para enfrentar os impactos do coronavírus no setor cultural

Da Agência CNM de Notícias
Foto: MinC Lincoln Marcos


Notícias relacionadas