Home / Comunicação / Eventos regionais da CNM são cancelados para evitar a proliferação do coronavírus

Notícias

17/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Eventos regionais da CNM são cancelados para evitar a proliferação do coronavírus

Arte CNMDiversos eventos de capacitação voltados aos servidores públicos, promovidos pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) de Norte a Sul do país, previstos para os próximos dias, foram cancelados por tempo indeterminado. A entidade informa que, além dos encontros do CNM Qualifica, visitas técnicas e institucionais e participações em debates públicos também estão suspensas para evitar a proliferação do novo coronavírus.

A decisão da CNM faz parte das ações de enfrentamento ao Covid-19. A entidade deve lançar campanha institucional, com outras iniciativas, para disseminar as orientações das autoridades sanitárias e de saúde e, principalmente, para evitar a expansão do vírus em território nacional e o crescimento de casos confirmados. O protagonismo municipal também deve ganhar destaque nos canais institucionais, nos próximos dias.

Desde 2019, a CNM promove encontros destinados aos agentes municipais, inclusive servidores e funcionários, com temas voltados a realidade local, em parceira com as Entidades Estaduais e Microrregionais de Municípios. A meta da entidade é chegar aos mais de 6 milhões de funcionários do quadro das prefeituras. Para isso, só neste mês de março, quase 20 eventos estavam programados.

Conscientização
A partir do anúncio do Ministério da Saúde (MS), com recomendações a serem adotadas, a Confederação suspendeu agendas em locais fechados e/ou com mais de 100 pessoas e estendeu o isolamento domiciliar de viajante internacional – de sete dias em casa – aos colaboradores que estavam em viagens nacionais, com os sintomas da doença. A entidade também orienta os gestores municipais para promoção de campanhas de conscientização com a comunidade.

Nem nas localidades em que não há casos confirmados da doença a CNM manterá os seminários. Conforme indicado, a entidade instalou equipamentos com álcool em gel por suas instalações e intensificou a limpeza dos locais por onde transitam os gestores locais. No entanto, o conselho dos integrantes da diretoria é que os municipalistas evitem as viagens para a capital federal pelos próximos 15 dias, no mínimo.

Casos
Dados atuais do MS contabilizam 234 casos confirmados, 2.064 casos suspeitos, 1.624 casos descartados e 18 pessoas ainda hospitalizadas. Já as secretarias estaduais de saúde contabilizam 301 casos até esta terça-feira, 17 de março. No entanto, infectologistas dizem que 80% dos episódios são leves e os pacientes podem se recuperar sem necessidade de internação.

Para o presidente da CNM, Glademir Aroldi, este é um momento delicado que, novamente, requer um empenho maior governo municipal. No entanto, ele adianta que os Municípios precisam de recursos para promover as ações emergenciais. “As pessoas vivem nos Municípios, e nós precisamos voltar nossas ações para o cuidado da nossa população. Se Deus quiser, essa situação será breve e logo voltaremos a atuar fortemente em todas as regiões do nosso Brasil”, disse o líder municipalista.

Leia também: CNM reforça: ações simples podem prevenir a disseminação do coronavírus no Brasil 

Pandemia, contratação de médicos e cancelamento de eventos: saiba as iniciativas dos últimos dias

 

Por Raquel Montalvão 
Foto: Arte CNM
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas