Home / Comunicação / Hora do Turismo CNM: ministério expõe projetos de apoio ao setor

Notícias

29/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Hora do Turismo CNM: ministério expõe projetos de apoio ao setor

28052020live turismobobsantosNa edição da Hora do Turismo CNM desta quinta-feira, 28 de maio, o Ministério do Turismo mostrou os principais projetos da pasta para apoiar o setor e ajudar na retomada das atividades quando possível, diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A criação do selo Turista Protegido e a aprovação da Medida Provisória 963/2020, que abriu crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para o Fundo Geral do Turismo (Fungetur), foram alguns dos temas abordados pelo secretário nacional de Integração Interinstitucional do ministério, Bob Santos.

Para auxiliar os gestores municipais nesse período e ajudar a divulgar os destinos turísticos do país, a área técnica de Turismo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) articula uma série de ações na campanha Municípios juntos pelo Turismo. Entre elas está a transmissão semanal - às 16 horas das quintas-feiras -, no canal do Youtube da entidade, para partilhar experiências e informações visando a retomada nacional do turismo.

Reforçando um dos nortes da campanha, o secretário apontou as oportunidades futuras que poderão surgir para os Municípios. “Acredito que, a partir da flexibilização, o mercado nacional será o mais procurado. Terá muito brasileiro trocando o destino internacional pelo nacional”, opinou. Com isso, Santos destacou que a cadeira turística e também os Entes locais deverão ser beneficiados, com o aumento de fluxo e de arrecadação.

28052020 live turismo marta cnmTurismóloga da CNM, Marta Feitosa reforçou a importância do fortalecimento das rotas nacionais. “A campanha ajuda a divulgar os nossos destinos, queremos que os brasileiros conheçam o Brasil.” Para isso, a campanha recebe, até 30 de junho, vídeos de prefeituras filiadas - de até dois minutos - que promovam o Município, valorizando os principais atrativos e incentivando o turista a conhecê-lo. O e-mail para envio é turismo@cnm.org.br. Para impulsionar e auxiliar as gestões na divulgação, o material será compartilhado nas redes sociais e no site da Confederação. Além disso, a área trabalha para fazer sugestões de protocolos para os Municípios adotarem na retomada, o primeiro será voltado ao turismo rural.

Apoio ao setor
Na live, o secretário do Turismo ressaltou a importância da MP 968/2020, publicada no início de abril. O texto estabeleceu critérios para o cancelamento de serviços, de reservas e de eventos dos setores de turismo e cultura em razão do estado de calamidade pública. Para ele, a medida foi muito importante diante da situação de excepcionalidade e trouxe segurança a área de atividades turísticas.

Sabendo que, entre as consequências da pandemia para o turismo, um dos principais problemas é o cancelamento de serviços, Santos falou sobre a plataforma consumidor.gov.br. “Ela funciona e evita a judicialização. Muitas empresas do setor de turismo têm usado. É passivo de conciliação, o que é bom para o consumidor, que consegue solucionar o seu problema rapidamente, para a empresa que consegue dar resposta e, obviamente, a gente desafoga o judiciário”, resumiu, ao recomendar o uso da ferramenta.

Selo Turista Protegido
Segundo informou o secretário, em 1º de junho será lançado o portal do selo Turista Protegido. A iniciativa reconhecerá estabelecimentos do setor que seguem boas práticas de biossegurança contra o novo coronavírus. “Não é um selo impositivo, mas educativo”, adiantou. Apesar de não ser obrigatório, Santos destacou que, no atual cenário, “o empreendedor vai ter que se preocupar com o visitante ou a competitividade pode fazer o cliente não escolher aquele serviço”.

28052020 live turismo todosO selo também vai funcionar para estimular que estabelecimentos se inscrevam no Cadastur, que é o sistema nacional de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos. Isso porque o login no site do Turista Protegido ocorrerá com o login do Cadastur. Para fazer parte, os empreendimentos de cada segmento terão de concordar em adotar protocolos sanitários básicos e específicos para sua área de atuação, além de treinar e qualificar os funcionários.

Ainda que, por ora, voltado ao setor produtivo e não obrigatório, Marta acrescentou que a proposta deve ser incentivada pelos gestores municipais. “Vai ser um diferencial inclusive para o Município. Quem divulgar será mais competitivo”, alertou. Atento à iniciativa, o público que acompanhava a transmissão questionou, pela interação via comentários, como a iniciativa poderia abranger o turismo rural, uma vez que estabelecimentos desse segmento não conseguem se cadastrar no Cadastur. Em resposta, o representante do Ministério reconheceu os entraves e disse que dialoga com outras frentes para tentar solucionar o problema.

Fundo de Turismo
Ainda entre as medidas de enfrentamento a atual crise, Santos tratou da MP 963/2020. Ele voltou a citar a importância do Cadastur, que também é requisito para acessar os recursos do Fungetur. Mais informações sobre como podem ser usados ou requisitados os recursos estão disponíveis na página do Fundo do Turismo.

Assista o Hora do Turismo CNM na íntegra:

Por Amanda Martimon
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas