Home / Comunicação / Hora do Turismo: público conhece ações integradas para reaquecer a economia de Brasília

Notícias

07/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Hora do Turismo: público conhece ações integradas para reaquecer a economia de Brasília

Hora do TurismoDesde o início da campanha Municípios juntos pelo Turismo, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem buscado iniciativas inovadoras nas cidades brasileiras voltadas à retomada dessa atividade que movimenta 52 setores da economia. A live semanal da Confederação denominada Hora do Turismo contou com a participação da Secretária de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), Vanessa Mendonça. A convidada apresentou nesta quinta-feira, 7 de maio, as ações estratégicas segmentadas implementadas na capital federal para o período pós-pandemia da Covid -19.

Apesar de ganhar notoriedade por concentrar as decisões políticas, Brasília é detentora do título de Patrimônio Cultural da Humanidade e possui atrações em várias ramificações do Turismo que têm sido impactadas com o novo coronavírus. Os desafios de manter agendas, dar assistência a pequenos empreendedores e reaquecer a economia fizeram parte da webconferência com a secretária, que deu detalhes do projeto Juntos por Brasília e pelo Turismo. “A gente uniu governo, iniciativa privada e instituições de ensino e lançamos ações para definir estratégias e criamos cinco grupos temáticos que representam setores do Turismo de uma forma muito convergente.”, disse.

Com base nesses pilares, a equipe da Setur-DF conversou com representantes de entidades e de setores do comércio local. A partir daí, foram colocados em prática projetos e definidas ações como a capacitação de trabalhadores de serviços de entrega de alimentos e o desenvolvimento de um aplicativo em parceria com instituições de ensino com o objetivo de incrementar vendas de produtos de artesãos. “Fizemos um trabalho com esses profissionais para passar segurança a quem está recebendo o produto em casa”, disse a secretária.

O governo do Distrito Federal também disponibilizou uma linha de crédito e um tutorial como forma de dar assistência aos pequenos empresários. A implementação de um voucher com a participação em parceria entre uma renomada empresa de bebidas e clientes para ajudar bares e similares também foi lembrada pela secretária. Em relação aos eventos que não ocorreram por causa das medidas de isolamento social, a Setur-DF entrou em contato com cada organizador e criou condições que pudessem contribuir com a definição de uma nova agenda quando a situação retornar à normalidade.

Ações além da política
Indiscutivelmente, a imagem da capital federal está associada à política. Entretanto, a secretária enfatizou que brasileiros e estrangeiros precisam conhecer outros atrativos ao visitar a cidade. Para ajudar turistas e promover a divulgação de roteiros turísticos, a Secretaria fez um trabalho conjunto de divulgação do Turismo em vários segmentos de atuação. Com isso foi ampliada a publicidade de pontos turísticos como, por exemplo, o mapeamento do Lago Paranoá e o governo reativou 400 km de trilha para prática do ecoturismo.Turismo

O tradicional hasteamento da bandeira ganhou destaque e se tornou um atrativo cívico na capital federal antes do início da pandemia. “É uma iniciativa que inicialmente reunia um pequeno público e depois foi crescendo. Chegamos a ter 7 mil pessoas”, informou a convidada. A criação de um tour virtual pela capital federal foi outro projeto que está fazendo sucesso. O interessado pode conhecer atrativos turísticos de Brasília por meio de uma ferramenta que detalha 7 rotas com 80 pontos turísticos e ativação de produtos. O governo local também produziu um vídeo com explicações e convite para conhecer a capital federal.

Parceria com a CNM
As soluções estratégicas que aproximem empresas de destaque no mercado e pequenos empreendedores foram lembrados na live. O presidente da OCPBM, Mário Nascimento; a analista técnica de Turismo da CNM, Marta Feitosa, e a Secretária de Turismo lembraram a importância da parceria com a Confederação durante edições da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que reúne anualmente mais de 7 mil participantes.
O trabalho conjunto foi fundamental para que os gestores pudessem conhecer melhor a capital federal após a programação do evento e também a valorizar o comércio local. Esses objetivos foram alcançados depois da atuação da CNM com o governo do Distrito Federal que estimulou descontos em produtos, alimentos e serviços para o público da Marcha. “Essa parceria foi fundamental para os prefeitos e ajudou a divulgar a cidade”, ressaltou Marta Feitosa. “Temos que valorizar esses tipos de ações e integrar o Turismo para transformar o Brasil”, defendeu Mário Nascimento.

A live ainda contou com a participação da analista técnica de Turismo Mônica Costa. Ela sugeriu ao público o envio de vídeos de suas respectivas cidades para serem divulgados nas redes sociais da CNM. A próxima videoconferência da Hora do Turismo acontece na quinta-feira, 14 de maio, a partir das 16h e será novamente transmitida pelas redes sociais da CNM. Assista à íntegra da videoconferência desta quinta-feira:

 

Por: Allan Oliveira

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas