Home / Comunicação / ICMBio, Embratur e governo estadual de Alagoas destacam potencial turístico em abertura de seminário

Notícias

10/10/2019

Compartilhe esta notícia:

ICMBio, Embratur e governo estadual de Alagoas destacam potencial turístico em abertura de seminário

Amanda Maia /Ag. CNMComeçou nesta quinta-feira, 10 de outubro, a 2ª edição do Seminário Nacional de Governança para o Turismo: desafio para o desenvolvimento sustentável nos Municípios. Nos próximos três dias, cerca de 400 gestores locais estarão reunidos em Maragogi, Alagoas, para compartilhar os desafios e as perspectivas para a promoção do turismo econômico, social e ambientalmente sustentável das Unidades de Conservação (UCs) do país. Juntam-se a eles representantes da esfera federal e estadual.

A cerimônia de abertura logo no início da manhã deu indícios do que os participantes podem esperar do evento: encontros políticos e discussões técnicas. Sem esquecer o lado cultural e artístico que os Municípios e o povo brasileiro têm a oferecer por meio do turismo. O anfitrião, prefeito de Maragogi – que também representou o movimento municipalista –, Fernando Sérgio Lira, abriu as atividades.

Ele lembrou a articulação do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, na noite desta quarta-feira, 9, para aprovação de projeto favorável da cessão onerosa do pré-sal, que justificou sua ausência na abertura. E agradeceu os mais de 390 inscritos. “Estamos aqui para discutir o avanço econômico e social do país pelo turismo, que gera emprego e distribui renda de maneira democrática. Precisamos de políticas públicas para garantir o investimento necessário para infraestrutura”, argumentou.

Amanda Maia /Ag. CNM Convidados
Em seguida, falou o presidente da Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) e consultor da CNM, Mário Nascimento. “O turismo é uma pauta positiva. Precisamos falar bem do nosso país e mostrar tudo de bom que temos. Temos tido um direcionamento da governança para proteção das áreas ambientais”, avisou. Mesmo discurso adotado pelo representante do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), diretor Marcos Aurélio Venâncio. “O turismo pode ser uma boa estratégia para preservar esses espaços protegidos [Unidades de Conservação]. Aquele que conhece, conserva”, concluiu, lembrando que o Brasil tem dimensões continentais e beleza natural e cênica.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Turismo (Frentur), deputado federal Herculano Passos (MDB-SP), defendeu a pauta municipalista que tramita no Congresso Nacional. Entre os projetos, destacou o que transforma o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) em Agência. “É a empresa que promove o Brasil lá fora. Ela precisa de recurso”, justificou. Completou o viés mais político dos discursos, o secretário do Estado de Alagoas de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

Brito agradeceu a oportunidade de o Seminário de Governança valorizar toda a área protegida da Costa dos Corais, mas lamentou a proporção que as manchas de óleo no litoral nordestino tomaram. “Vim no caminho de Maceió para cá procurando uma mancha, mas não vi. Só a alegria de os turistas visitarem uma região como essa. Então me pergunto se a imprensa e nós mesmos não estamos equivocados em criar essa imagem”, questionou.

Esforço em conjunto
O presidente Costa dos Corais Convention Visitors e Bureau, entidade representativa do trade turístico do litoral Norte de Alagoas, Luiz Cláudio Melo, defendeu que o setor seja administrado pelos governos, setor privado e a sociedade civil. “Quando falamos de ecoturismo, antes do turismo vem o eco, de ecologia. Sabemos da importância, do que isso representa para o nosso planeta e para o progresso do país”.Ag. CNM

Também subiram ao palco a prefeita de Major Isidoro (AL), Santana Mariano, representando a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), e a secretária Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Rita Passos. “Temos a função de capacitar as pessoas para o mercado de trabalho. Sabemos que o Brasil tem muito a crescer e empregar. Temos um terço da população no cadastro único e muitas vezes elas não têm oportunidade porque não têm capacitação”, lamentou Rita.

Programação
O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, esteve na cerimônia de abertura e, em seguida, fez a palestra magna que abriu a parte técnica do evento, que continua no período da tarde com duas mesas técnicas de debates. O secretário Rafael Brito integra a primeira dessas mesas, marcada para as 14h, com o tema Políticas públicas integradas para governança do turismo em Unidades de Conservação. Já a segunda, às 16h30, vai tratar de Turismo e o Patrimônio Natural – Boas práticas de governança do turismo nos Municípios e em Unidades de Conservação.

O evento, realizado pela CNM em parceria com a prefeitura de Maragogi e a OCBPM e apoio institucional da AMA, segue até sábado, 12 de outubro, no Salinas Resort de Maragogi. A programação está disponível no site Governança para o Turismo. Assim como as notícias relacionadas ao Seminário, que terá cobertura ao vivo pelas redes sociais da CNM. Acesse @portalCNM no Twitter, Instagram e Facebook.

Confira galeria de fotos do primeiro dia do evento.

Por Amanda Maia
Fotos: Amanda Maia/Ag. CNM
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas