Home / Comunicação / Informativo CNM de Inflação aponta crescimento de 0,47%; índice desacelera no mês de maio

Notícias

13/06/2022

Compartilhe esta notícia:

Informativo CNM de Inflação aponta crescimento de 0,47%; índice desacelera no mês de maio

InformativoA Edição 05/2022 do Informativo CNM de Inflação, elaborado mensalmente pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), mostra que a inflação cresceu 0,47% no mês de maio, desacelerando em 0,59 ponto percentual (p.p.) em relação a abril de 2022. O índice é também inferior ao observado em maio de 2021 (0,83%). Mensurado com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o levantamento considerou os preços coletados de 30 de abril a 27 de maio de 2022 contra os preços vigentes entre 31 de março de 2022 a 29 de abril de 2022.

A CNM aponta ainda que, apesar da desaceleração, o IPCA acumulado em 12 meses chegou a 11,73%, sendo o nono mês consecutivo com a taxa de inflação superior a dois dígitos. Na publicação, a área de Estudos Técnicos da entidade ressalta que o "valor está consideravelmente acima do que a inflação projetada como centro da meta pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 3,5% para 2022, e mesmo do limite superior da meta, fixado em 5,0%”.

A publicação também analisa o comportamento dos 377 itens que compõem a cesta do IPCA. Desses, 72% registraram a ocorrência de inflação, menor resultado desde dezembro de 2021. Há, porém, crescimento em oito das nove categorias estimadas, sendo as mais relevantes para a alta as de “Transportes” e “Saúde e Cuidados Pessoais”, que contribuíram com quase 90% do IPCA de maio. Por outro lado, a categoria de “Habitação” desacelerou pelo segundo mês consecutivo, contribuindo com a retração de 0.26 p.p. em maio.Inflação

IPCA

Trata-se do indicador oficial de inflação do governo federal, por meio do qual o Conselho Monetário Nacional (CMN) determina uma meta para cumprimento. O indicador avalia mensalmente 377 itens, compreendidos em nove grupos, para famílias com rendimentos entre 1 e 40 salários-mínimos.

 

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas