Home / Comunicação / InovaJuntos: Restinga Sêca (RS) e Viana (ES) apresentam boas práticas de desenvolvimento

Notícias

03/05/2021

Compartilhe esta notícia:

InovaJuntos: Restinga Sêca (RS) e Viana (ES) apresentam boas práticas de desenvolvimento

01032021 inovajuntosDiversos Municípios apresentaram ao projeto InovaJuntos, da Confederação Nacional de Municípios (CNM), importantes práticas para o desenvolvimento sustentável de suas populações, além de preservação do meio ambiente e recuperação de áreas degradadas. Um dos exemplos vem com a resolução de problemas para a falta de água potável. No Município de Restinga Sêca (RS), a raiz do problema na comunidade de São Sebastião era a alta concentração de flúor nos poços artesianos, oferecendo água inviável para o consumo humano e capaz de causar vários danos à saúde, desde alterações no sistema imunológico até osteoporose e problemas dentais.

Na busca por uma solução eficiente e de baixo custo, eles implementaram os filtros de desfluoretação, capazes de diminuir a quantidade de flúor na água a valores adequados para o consumo. Para desenvolver a solução, a secretaria de agricultura do Município contou com o apoio da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), do governo do Estado do Rio Grande do Sul, da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), para o desenvolvimento dos estudos.

Segundo a representante da Vigilância Estadual de Sáude, Lisiane Trombim, Restinga Sêca é o primeiro Município do Estado a buscar solução para a desfluoretação da água. “É um projeto pioneiro no Estado.” Ao todo, foram distribuídos sete filtros de água para as famílias de São Sebastião. De acordo com Cláudio Roberto Possebon, secretário de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente do Município, também foram encontrados problemas de excesso de ferro e de água salobra em outras localidades do Município, que serão as próximas ações a serem trabalhadas.

Conheça mais sobre a prática no vídeo clicando aqui.

 

Controle de animais por QR Code
Em Restinga Sêca, animais abandonados também eram um grande problema. Observando esta problemática e buscando soluções que pudessem atuar sobre ela, Restinga Sêca implementou o controle populacional de animais, mais especificamente cães e gatos, por meio da castração. Sua ação foi apresentada na etapa de cooperação em que os Municípios estão apresentando boas práticas implementadas em seu território.

Iniciado em 2020, o projeto conta com recursos vindos do Fundo para Proteção Animal do Município e já castrou mais de 300 animais. Ele consiste no oferecimento de serviço de castração de animais na Clínica de Castração, principalmente para os animais de rua e os resgatados pela Associação Focinhos de Restinga, protetores individuais reconhecidos pelo Conselho Municipal e pessoas de baixa renda que possuam animais domésticos.

O serviço é gratuito e os animais beneficiados ainda recebem todas as medicações que deverão ser utilizadas no pós-operatório. Ao fim do procedimento, há a instalação de um chip e o uso de uma coleira com QR code que apresenta as informações a respeito do animal, como nome, endereço e telefone do dono, e sobre a situação de castrado.

Conheça mais sobre a prática no vídeo clicando aqui.

 

Município de Viana (ES) compartilha sua boa prática de desenvolvimento
O Município de Viana (ES) foi contemplado com Menção Honrosa e já vem desenvolvendo ações junto ao Projeto InovaJuntos. Dentre as ações, está o desenvolvimento de árvores lógicas – uma metodologia que permite identificar causas e efeitos para cada problema abordado.

Além disso, o Município compartilhou seu vídeo de boas práticas com a equipe do InovaJuntos, chamado Viana em Desenvolvimento. O vídeo conta com a participação do Prefeito Wanderson Bueno, que relata os processos que desencadeiam o pleno desenvolvimento na região, como os projetos e ações que estão em execução e outros empreendimentos que estão chegando na cidade.

O vídeo retrata que atualmente o grande compromisso do Município é a geração de emprego e renda para a população. O Município já possui todos os atributos necessários para fomentar o desenvolvimento, mas se engana quem pensa que o Município sempre foi um polo autônomo. No passado, a realidade já foi bastante diferente por ter sido considerado um Município dormitório. Muitas vezes, as cidades dormitórios são consideradas ambientes que não oferecem consideráveis oportunidades de emprego e de geração de renda, o que acarreta maior dependência de outras localidades.

No caso de Viana, as pessoas utilizavam até três transportes públicos para conseguir trabalhar nas cidades vizinhas. Entretanto, após a atração de novos investimentos e a aplicação de grandes recursos nas áreas de políticas públicas, hoje é considerado o Município que mais cresce na Região Metropolitana da Grande Vitória, servindo de inspiração para vários Municípios que lidam com realidades semelhantes.
A iniciativa de Viana será compartilhada com outros Municípios e utilizada na troca de experiências e ações de cooperação internacional com os Municípios portugueses selecionados no Projeto.


Acompanhe abaixo o vídeo da experiência na íntegra:

Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas