Home / Comunicação / Inscrições abertas para oficina Amazônia Legal sem resíduo em São Luís (MA)

Notícias

21/11/2019

Compartilhe esta notícia:

Inscrições abertas para oficina Amazônia Legal sem resíduo em São Luís (MA)

21112019 amazonia marcelo camargo agencia brasilO Município de São Luís, no Maranhão (MA), receberá, em 3 e 4 de dezembro, a oficina Amazônia Legal sem resíduo. As inscrições estão abertas por formulário on-line, e a atividade é ofertada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict/MCTIC e pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa/MS).

O objetivo é incentivar a minimização da geração de resíduos sólidos no âmbito municipal da Amazônia Legal, fortalecendo a responsabilidade dos gestores e da sociedade civil, a fim de garantir a saúde pública e qualidade ambiental. A ação é fruto do Projeto de Pesquisa Amazônia Legal Sem Resíduo.

Gestores municipais e estaduais, além de estudantes, professores de todos os níveis escolares, pesquisadores e membros da sociedade civil atuantes na área do meio ambiente, especialmente no setor de resíduos sólidos, podem participar. A oficina também é aberta a comerciantes, associações de catadores e de moradores, Câmara de Vereadores, Ministério Público Estadual, Superintendência da Funasa e conselhos de saúde e educação.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reforça a importância de os gestores participarem dessas atividades, pois a troca do conhecimento e de experiência na gestão de resíduos sólidos é de extrema importância para que os Municípios avancem em ações de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos.

A entidade municipalista também destaca que minimizar a geração de resíduos sólidos e rejeitos impacta diretamente a saúde humana e a qualidade ambiental decorrentes do ciclo de vida dos produtos. Diante da responsabilidade compartilhada, todos somos responsáveis pelos resíduos que geramos. Além disso, a oficina reforça um dos principais objetivos da Política Nacional de Resíduos Sólidos: não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do Ibict e da Sema/MA
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


Notícias relacionadas