Home / Comunicação / Inscrições para a 7ª edição do Prêmio Culturas Populares estão abertas até 16 de agosto

Notícias

27/06/2019

Compartilhe esta notícia:

Inscrições para a 7ª edição do Prêmio Culturas Populares estão abertas até 16 de agosto

DivulgaçãoAté 16 de agosto, estão abertas as inscrições para a 7ª edição do Prêmio Culturas Populares, que premiará — com R$ 20 mil — 250 mestres, mestras e Pontos de Cultura que estimulem e valorizem expressões culturais, como o cordel, o frevo, a quadrilha, o maracatu, o jongo, a capoeira, as culinárias regionais e o bumba meu boi. Neste ano, a iniciativa da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania homenageia o cantor e ator Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha, um dos principais nomes da música tradicional do Rio Grande do Sul.

Das 250 premiações, 150 serão destinadas para iniciativas de mestres e mestras (pessoas físicas) e 90 para iniciativas de pessoas jurídicas sem fins lucrativos, com finalidade ou natureza cultural expressa em estatuto, que já sejam reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva. Os 10 prêmios restantes são específicos para pessoas jurídicas que realizem ações em acessibilidade cultural.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) orienta que os Municípios estimulem e divulguem o prêmio para mestres e mestras de cultura popular que atuem em seus territórios. A proposta é importante pois ajuda a promover a proteção do patrimônio histórico-cultural local. Os interessados em participar podem inscrever uma única iniciativa até 16 de agosto pela internet ou por via postal.

No caso de inscrição online, a documentação obrigatória prevista no edital deverá ser preenchida, assinada e anexada ao Sistema de Acompanhamento às Leis de Incentivo à Cultura, o SalicWeb. Caso o candidato prefira se inscrever por via postal, a mesma deverá ser enviada com aviso de recebimento obrigatório (AR) simples ou entrega rápida para o endereço especificado no edital. Para maiores informações, acesse o site do prêmio.

Para concorrer, as iniciativas culturais devem cumprir pelo menos um dos objetivos: a) fortalecer as expressões das culturas populares; b) identificar, valorizar e dar visibilidade às atividades culturais protagonizadas por mestres e mestras de cultura popular e pessoas jurídicas e às estratégias de preservação de suas identidades culturais; c) incentivar a participação plena e efetiva dos mestres e pessoas jurídicas na elaboração, execução e avaliação de projetos, atividades, ações e iniciativas que envolvam as culturas populares por eles cultivadas; d) estimular o intercâmbio entre os praticantes de expressões das culturas populares.

Quer saber como a Confederação pode ajudar a sua gestão da Cultura? Faça parte da Lista de Transmissão da área técnica de Cultura da CNM pelo WhatsApp. Saiba como participar aqui.

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas