Home / Comunicação / Inscrições para editais nas áreas de circo e audiovisual encerram no dia 18 de junho

Notícias

15/06/2018

Compartilhe esta notícia:

Inscrições para editais nas áreas de circo e audiovisual encerram no dia 18 de junho

Tania Rego/Ag BrasilA Fundação Nacional de Artes (Funarte) lançou o edital do Prêmio Funarte para Circulação de Espetáculos Circenses 2018, que pretende premiar 20 projetos na área de Circo, a fim de viabilizá-los.

O prêmio visa apoiar a circulação de espetáculos em todo o território nacional e é destinado a trupes, grupos circenses, circos de pano de roda, coletivos circenses e grupos de artistas circenses de rua. Os premiados receberão, cada um, R$ 22 mil.

Apenas pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, de natureza cultural, poderão ser proponentes. Os interessados em participar poderão se inscrever via correio.

Para maiores informações a respeito dessas iniciativas, acesse o edital.

Audiovisual
O Ministério da Cultura (MinC) e a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) lançaram edital que prevê destinar R$ 70 milhões, oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), para projetos de produção independente de obras audiovisuais seriadas brasileiras, destinadas, inicialmente, a canais dos segmentos comunitário, universitário e legislativo, bem como a emissoras que exploram o serviço de radiodifusão pública e televisão educativa.

Do total dos 80 projetos que serão selecionados, 15 poderão tratar de temática livre, e os outros 65 deverão versar sobre conteúdos definidos no edital, como: qualidade de vida, com foco em idosos, jovens ou crianças; e relação entre gerações e/ou culturas diferentes.

Os interessados em participar podem se inscrever por meio do Sistema do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Para maiores informações a respeito dessa iniciativa, acesse o edital.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) ressalva que, apesar dos editais não possibilitarem que os Municípios sejam proponentes, as prefeituras e as câmaras de vereadores podem divulgar os mesmos junto aos agentes culturais locais dos segmentos do circo e do audiovisual, haja vista fomentar as cadeias produtivas desses setores no âmbito local, o que, consequentemente, também potencializa a geração de emprego e renda e a arrecadação municipal de ICMS e ISS.

Agência CNM com informações da Funarte e do BRDE


Notícias relacionadas