Home / Comunicação / Junho registra crescimento de 273 mil vagas de emprego com carteira assinada

Notícias

29/07/2022

Compartilhe esta notícia:

Junho registra crescimento de 273 mil vagas de emprego com carteira assinada

carteira de trabalho 07122000711A Edição 06/2022 do Informativo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre o mercado de trabalho avalia o desempenho do emprego com carteira assinada no mês de junho. Neste período de referência, considerando os 5.568 Municípios, foram criados 1.863.058 empregos contra 1.590.244 desligamentos, totalizando um saldo positivo de 272.814 postos de trabalho em todo o país.

Elaborado mensalmente pela Confederação, o Informativo CNM de Mercado de Trabalho realiza o acompanhamento do mercado de trabalho, através do fluxo de admissões e desligamentos de ocupações com carteira assinada, divulgadas pelo Novo Caged. A criação de novas vagas de emprego é um importante indicador da atividade econômica municipal. As edições anteriores do Informativo CNM de Mercado de Trabalho estão disponíveis aqui

O estoque de postos com carteira assinada cresceu 0,7% frente ao mês anterior, 6,6% contra junho de 2021 e 7,3% nos últimos doze meses. A geração de empregos foi generalizada em todos os portes municipais. O maior crescimento mensal ocorreu nos Municípios entre 5 e 10 mil habitantes (0,9%), enquanto o maior crescimento contra junho de 2021 e no acumulado em 12 meses ocorreu respectivamente nos Municípios de 100 a 300 mil habitantes e 20 a 50 mil habitantes (6,7% e 8,0%). O menor crescimento mensal foi observado nas cidades entre 100 e 300 mil habitantes (0,5%), enquanto o pior resultado contra junho de 2021 ocorreu nas cidades de 5 a 10 mil habitantes (5,5%) e no acumulado em doze meses nas pequenas cidades (6,7%).

A CNM espera, com este levantamento, auxiliar os gestores na tomada de decisão ao informar a geração de emprego com carteira assinada. A criação de novas vagas de emprego pode indicar o aquecimento e dinamização da atividade econômica nos Municípios.

Confira aqui a íntegra do Informativo. 

Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas