Home / Comunicação / Manual sugere ações na área de mobilidade para gestores

Notícias

04/06/2021

Compartilhe esta notícia:

Manual sugere ações na área de mobilidade para gestores

04062021 MOBILIDADE LIVRO REDEMOBTotalmente gratuito e com o objetivo de apoiar a implementação de uma agenda de mobilidade inclusiva, inteligente e sustentável, o livro colaborativo Descomplicando a Mobilidade Urbana: Manual de ações para gestores públicos está disponível para download. A área de Trânsito e Mobilidade da Confederação Nacional de Municípios (CNM) acompanhou o lançamento da publicação de iniciativa da rede Mob.Inc apoiada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O livro é dividido em 10 temas focados em desafios enfrentados pelos Municípios brasileiros. Cada tópico foi abordado em um dos capítulos por meio de sugestões de ações práticas concretas, casos de sucesso e referências científicas atualizadas.

O manual engloba diferentes temas ligados à mobilidade urbana, como transporte público, plano cicloviário e ferramentas de participação popular. Os capítulos foram construídos de uma forma “descomplicada”, buscando chegar de maneira simples até os gestores municipais e facilitar a implementação de medidas. Os autores de cada capítulo puderam apresentar e discutir com o público, no evento de lançamento, o tema que escolheram abordar.

Plano de Mobilidade
Um dos capítulos trata da elaboração dos Planos Municipais de Mobilidade, que possuem novo prazo, de acordo com a Lei 14.000/2020. Municípios com mais de 250 mil habitantes têm até 12 de abril de 2022 e aqueles com até 250 mil habitantes podem elaborar e aprovar os Planos até 12 de abril de 2023.

É importante destacar os benefícios citados de forma bem clara na publicação quanto à elaboração e implementação dos planos. O texto afirma que o Plano de Mobilidade, “além de tornar o espaço urbano mais acessível e equitativo, tornar o deslocamento fluido e seguro e aprimorar a infraestrutura viária”, possui impacto positivo em:

- Inclusão social, por ampliar o acesso ao transporte público e ativo, reduzir a segregação espacial e custos tarifários, integrando o sistema mobilidade urbana;
Saúde coletiva, por garantir segurança nos deslocamentos ativos, reduzir colisões, atropelamentos e a poluição do ar;
- Segurança pública, por tornar os espaços públicos acessíveis, atrativos e amigáveis;
- Qualidade ambiental, pela priorização de modos de transporte que não emitem poluentes atmosféricos;
- Orçamento público, redução dos custos de saúde pública com acidentados no trânsito e doenças crônicas e permitir transferências da união para investir na mobilidade urbana;
- Economia, por aumentar o acesso das pessoas aos serviços e comércios, trabalho e renda, bem como por reduzir perdas de produtividade dos trabalhadores.

Rede Colaborativa
O Descomplicando é um esforço coletivo de mais de 70 autores espalhados pelo Brasil e convocados através da rede de participantes do primeiro evento MOB.inc. O conteúdo sobre a origem do manual e do livro completo está no site da rede.

Da Agência CNM de Notícias
Foto: Reprodução


Notícias relacionadas