Home / Comunicação / Mapa apresenta novidades do Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021

Notícias

25/06/2020

Compartilhe esta notícia:

Mapa apresenta novidades do Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021

CNMO convidado da Roda de Conhecimento desta quinta-feira, 25 de junho, foi o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Fernando Schawnke. Na oportunidade, apresentou o Plano Agrícola e Pecuário 2020/2021, reforçando a importância deste para o desenvolvimento regional.

Um dos grandes desafios encontrados pela Pasta, segundo o secretário, foi buscar maneiras de manter o mercado aquecido diante da pandemia do coronavírus (Covid-19). “O pós pandemia poderia iniciar a partir da agropecuária. Além dos desafios de manter o suprimento de alimentos para a sociedade brasileira, de manter o suprimento de alimentos para uma grande parte da sociedade mundial, nós discutimos muito aqui internamente as ações após todos estes problemas para que o agro não parasse. Apesar dos números da economia brasileira de cair 8%, 10%, o IPEA divulgou dado que o agro deve crescer 1,3%”, complementa.

As mudanças significativas aconteceram especialmente no Plano Safra 2020/2021. “Nós conseguimos construir um plano safra com 6% a mais de recursos. Isso já aconteceu no ano passado também e neste ano retorna de novo com mais de R$ 14 bilhões a mais, onde o Pronaf [Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar] cresceu em torno também de 6% e foi para R$ 33 bilhões. Esse recurso, acreditamos ser suficiente para fazer todo o atendimento da agricultura familiar, tanto de custeio para investimentos”, reforça o secretário.

Os recursos para médio produtor também aumentaram. Segundo dados do Mapa, o Pronamp teve um aumento nos recursos de 25%, pulando de R$ 26 bilhões para R$ 33,2 bilhões, sendo o maior crescimento. “Nós temos em torno de R$ 66 bilhões de reais para este público familiar brasileiro. Ele não deixa de ser familiar, A família dele está trabalhando, tem um pouco mais de terra, mas ele é familiar. Então, este núcleo está sendo fortalecido”, lembra Fernando.

Inovação
Durante a transmissão, um dos pontos levantados pelos participantes foi a redução do distanciamento entre campo e cidade. Isso tudo se deu por conta da inovação tecnológica. “Não se divide mais entre campo e cidade. Hoje temos mais infraestrutura, No campo temos essa conexão, temos que ampliar ainda mais essa conexão para possibilitar ao jovem o acesso a essas ferramentas para gerar riqueza, aumentar receita, mais recursos. Mas nós temos uma grande ferramenta no Município que é a possibilidade de aumentar a produtividade e o agro se insere diante deste contexto”, reforça o consultor da Confederação Nacional de Municípios, Mário Nascimento.

Nesta linha, foram destacados dois aplicativos para celular com informações municipais quanto ao Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) das culturas. O Zarc – Plantio Certo, que orienta quanto a melhor época de plantio, e o PSR - Programa de Seguro Rural sobre os tipos de seguro rural disponíveis.

A busca de jovens para este mercado tem sido também uma preocupação do ministério. Entre eles, especialmente os filhos dos agricultores. “Estamos na fase de elaboração de propostas, vão aparecer muitas interessantes e inovadoras de inserção dessa nova juventude, destes novos profissionais agrícolas no mercado. Temos disponibilizado, R$ 17 milhões para 900 jovens, para que possamos iniciar o programa. Ele sendo bem sucedido, esperamos que se torne uma política de Estado”, ressalta o secretário.

Para orientar os gestores sobre as dificuldades enfrentadas, a CNM disponibiliza materiais para que possam ser consultados e utilizados pelos gestores municipais. “Lançamos a Nota Técnica 12/2020 e um hotsite que trata justamente do coronavírus. Apresentamos alternativas e soluções para a questão das feiras, funcionamentos, para que justamente o produtor não pare”, finaliza o analista técnico de Desenvolvimento Rural da CNM, Osni Rocha.

Confira como foi a Roda de Conhecimento:

Por: Lívia Villela
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas