Home / Comunicação / Ministro da Saúde anuncia negociação de vacinas contra a Covid-19 em reunião com a CNM e governadores

Notícias

08/12/2020

Compartilhe esta notícia:

Ministro da Saúde anuncia negociação de vacinas contra a Covid-19 em reunião com a CNM e governadores

Fórum de GovernadoresEm dia marcado pelas discussões sobre a aquisição de vacinas contra a Covid-19 e a definição de um cronograma de imunizações, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, esteve reunido nesta terça-feira, 8 de dezembro, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e com governadores. O governo federal detalhou o processo de negociação e a pré-compra de alguns imunizantes, com a previsão de encomenda de 260 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

O encontro realizado de forma híbrida (virtual e presencial) ocorreu durante o Fórum de Governadores. A CNM frequentemente acompanha as reuniões com os representantes do Executivo estadual. O ministro da Saúde informou que 15 milhões de vacinas estarão disponíveis em janeiro e a segunda remessa, em igual quantidade, em fevereiro. Até junho, a expectativa é de que o Brasil receba 100 milhões de doses da Oxford AstraZeneca após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que deve ocorrer até fevereiro.

O ministro da Saúde também anunciou que está em negociação a compra 42 milhões de doses da vacina do consórcio mundial Covax facility, co-liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o Pazuello, com a soma dos imunizantes, o Sistema Único de Saúde (SUS) ofereceria 300 milhões de imunizantes até o final de 2021.

A CNM pediu à União que centralize a compra e a distribuição das vacinas e que os entes nacionais não entrem em disputa federativa para a aquisição separadamente dos imunizantes. O entendimento da Confederação foi endossado pela maioria dos governadores que participaram do fórum. Pazuello ficou de avaliar o pleito.

Conselho Político e Nota

Mais cedo, a CNM divulgou em seu portal uma nota sobre a vacinação contra a Covid-19. No documento, a Confederação e as entidades municipalistas estaduais solicitam ao governo federal que providencie a contratação de todas as vacinas reconhecidas como eficazes e seguras contra a Covid-19 e assuma a responsabilidade pela distribuição para todas as unidades da Federação de forma urgente e equânime, sob a coordenação do Ministério da Saúde e via Programa Nacional de Imunização (PNI). Também nesta terça-feira, o presidente Glademir Aroldi esteve reunido com o Conselho político da entidade para debater a vacinação contra Covid-19 e as prioridades da pauta política.


Leia também:

Conselho político debate vacinação contra Covid-19 e prioridades da pauta política

NOTA SOBRE A VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

 

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas