Home / Comunicação / Municipalistas renovam carteira nacional de vereador e de prefeito na sede da CNM

Notícias

07/02/2019

Compartilhe esta notícia:

Municipalistas renovam carteira nacional de vereador e de prefeito na sede da CNM

07022019 prefeito Nesta quinta-feira, 07 de fevereiro, o prefeito de Riacho de Santana (RN), Jessé Freitas, esteve na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília, para atualizar a Carteira Nacional de Prefeito. Essa foi a primeira vez que o gestor local esteve na casa do municipalismo. Na oportunidade, ele concedeu entrevista para a Rádio CNM, quando falou sobre a realidade, os desafios e as dificuldades do Município.

“É uma satisfação estar na CNM, que é a casa dos prefeitos. Viemos a Brasília para uma conversa com o, agora deputado federal, Benes Leocádio [PTC-RN], um municipalista, com cinco mandatos como prefeito e que, agora, vem ajudar na nossa luta junto ao Congresso Nacional. E foi uma alegria poder vir a CNM”, destacou Freitas.

07022019 prefeitos Outras visitas
Na tarde de ontem, 06 de fevereiro, os prefeitos catarinenses de Iraceminha, Jean Carlos Nyland, e de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, também estiveram na CNM para a renovação da Carteira Nacional de Prefeito. Eles vieram acompanhados do vereador Valdecir Piton (Iraceminha) e do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de São Loureço do Oeste, Rubens Ricardo Mocellin.

Já os vereadores paulistas de Jaú, Wagner Barros e José Carlos Bogo (presidente da Câmara de Vereadores), se reuniram com o técnico da CNM Kim Borges para conhecer o trabalho que a entidade desenvolve para os mais de 57 mil vereadores brasileiros. Eles também aproveitaram para fazer a Carteira Nacional de Vereador

07022019 vereadores “Os vereadores precisam somar esforços com os prefeitos e a CNM para fortalecer as cidades e a representação política”, asseverou Bogo, ao destacar o motivo da visita. “Também aproveitamos para agradecer a CNM pela conquista relacionada a readequação das UPAs [Unidades de Pronto Atendimento]. Do contrário, muitas ainda estariam fechadas. Ter gratidão é muito importante e um dos motivos de estarmos aqui”, completou Barros.


Por: Luiz Philipe Leite
Fotos: Jefferson Viana/CNM
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas