Home / Comunicação / Municípios podem consultar os repasses realizados em dezembro de programas federais

Notícias

17/12/2020

Compartilhe esta notícia:

Municípios podem consultar os repasses realizados em dezembro de programas federais

14082020 sala de aulta tania rego ag brasilO Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) realizou no dia 14 de dezembro o repasse do valor residual referente ao Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate). Esse repasse não é emergencial, mas sim uma redistribuição prevista na Resolução 05/2020, que estabelece que os recursos orçamentários do Pnate não executados até 15 de dezembro de cada exercício, devem ser redistribuídos entre as prefeituras cujos repasses não estejam suspensos.

Em razão da situação decorrente da Covid-19, somente o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tiveram recursos extras para minimizar os impactos da pandemia. 

O valor referente ao PDDE Emergencial encontra-se disponível aqui. Para consultar, é necessário ter em mãos o Código Inep da escola. Já a parcela extra do Pnae e a residual do Pnate podem ser consultadas aqui. 

Reprogramação de saldos

Com a proximidade do fim do ano e como muitas escolas ainda estão com as atividades presenciais suspensas, a área da Educação da CNM alerta sobre a necessidade dos gestores ficarem atentos às regras para a reprogramação de saldos.

Em relação ao Pnate, conforme a Resolução 05/2020, os saldos existentes na conta do programa em 31 de dezembro podem ser reprogramados para o ano subsequente, mas o valor que exceder 30% do total repassado será deduzido do recurso a ser transferido no exercício seguinte.

Apenas o Pnae e o PDDE emergencial, conforme as Resoluções 02/2020 e 16/2020, respectivamente, podem ter valores reprogramados além dos 30%, sem que haja descontos nos repasses de 2021.
É importante ressaltar que a reprogramação de saldos ou a não execução dos recursos não descartam a necessidade de o gestor municipal prestar contas do que foi recebido nas contas desses programas junto ao FNDE.

Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM), considerando a suspensão das atividades presenciais, a pandemia e as diferentes realidades dos Municípios brasileiros, o FNDE também deveria ter flexibilizado o percentual de reprogramação dos saldos dos recursos do Pnate de 2020. “Muitos normativos publicados recentemente flexibilizaram regras e estabeleceram medidas excepcionais para minimizar as dificuldades enfrentadas pela gestão da educação municipal. Nesse sentido, a CNM espera que essas flexibilizações se estendam aos demais programas federais, como o de apoio ao transporte do escolar”, explica.

Leia também:
Mudanças no atendimento do Pnae foram publicadas pelo FNDE

Municípios terão direito a repasse emergencial do Programa Dinheiro Direto na Escola 

Nota Técnica orienta gestores sobre nova resolução do Pnate 

 

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas