Home / Comunicação / No Nordeste, Alagoas, Pernambuco e Sergipe têm quase 50% de prefeitos inscritos para Marcha

Notícias

25/03/2019

Compartilhe esta notícia:

No Nordeste, Alagoas, Pernambuco e Sergipe têm quase 50% de prefeitos inscritos para Marcha

Ag CNMA realização de um encontro para levantar as demandas prioritárias da região intensificou a corrida para garantir maior representatividade na XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios Brasileiros. Lideranças municipalistas do Nordeste estiveram com governadores na última semana e, desde então, com a proximidade do maior evento em número de autoridades políticas do país, a quantidade de inscrições cresce exponencialmente. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, participou do evento, realizado em Teresina (PI), falou da pauta prioritária e reforçou o convite para os gestores.

Além da Bahia, com seus 417 Municípios, e do Piauí, com 224, que sempre garantem uma das maiores comitivas, Alagoas, Pernambuco e Sergipe lideram a lista com maior percentual de prefeitos inscritos. Entre os 102 chefes do Executivo de AL, 50 confirmaram participação (49%); enquanto PE conta com 87 dos 185 (47%); e SE, com 31 dos 75 (41%). Somando com vereadores, secretários e outros representantes das administrações locais, os três Estados chegam a 413 inscritos – 112 de Alagoas, 238 de Pernambuco e 63 de Sergipe.

Segundo a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), há um grande número de prefeitos mobilizados e acompanhando a programação. O presidente da entidade, Hugo Wanderley destaca que a participação de integrantes do Executivo federal, bem como do Legislativo, é importante nesse diálogo de mudanças no pacto federativo existente. “Se o momento é de transformação, os prefeitos precisam ser ouvidos para que as mudanças aconteçam e saiam da retórica. A principal delas, nesse pacto, é a reforma tributária, que garanta justiça às cidades e revisão imediata no financiamento dos inúmeros programas existentes, praticamente bancados pelos Municípios”, justificou Wanderley.

Pleitos
A duas semanas da Marcha, o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, acredita que os 185 Municípios garantirão a presença de alguma forma. “A Marcha já está em 22º edição e tem mostrando o quanto é importante para os avanços dos pleitos e fortalecimento do movimento nas conquistas municipalistas”, adianta.

Na visão de Christiano Cavalcante, que preside a Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames) e também integra o Conselho Político da CNM, responsável pela definição das propostas prioritárias em nível nacional, há grande expectativa para os anúncios do governo federal e dos parlamentares durante o encontro. “É o maior evento do municipalismo brasileiro. É o momento de encontrar os prefeitos de todas as regiões do Brasil e, juntos, discutir os problemas e trocar experiências. Entre as demandas, Reforma da Previdência, Encontro de Contas e a votação do 1% de setembro”, lista.

Confira mensagem do presidente da AMA, Hugo Wanderley

E do presidente Christiano Cavalcante, da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames)

Leia mais
No Nordeste, Piauí e Bahia lideram inscrições para a Marcha

Presidente da CNM, Glademir Aroldi, marca presença em evento nordestino

Por: Amanda Maia
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas