Home / Comunicação / O Brasil precisa da reforma da Previdência, destaca Aroldi

Notícias

14/01/2019

Compartilhe esta notícia:

O Brasil precisa da reforma da Previdência, destaca Aroldi

O Dia"A votação da reforma da Previdência é importante. O Brasil precisa dela, e nós precisamos compreender isso”. A afirmação é do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, feita durante entrevista ao portal O Dia do Piauí. Dentre outros assuntos pontuais e importantes, o líder municipalista também falou a relação com o governo federal e da expectativa de fortalecimento da gestão local, conforme destacou o governo durante a campanha eleitoral.

Segundo Aroldi, a gestão local é a ferramenta mais importante na prestação de serviços públicos a população brasileira. “O que aconteceu nos últimos anos foi que o governo central transferiu as responsabilidades para os prefeitos, e não transferiu, na mesma proporção, os recursos necessários para que se possa fazer frente às responsabilidades”, reafirmou. Diante dessa realidade, o municipalista sinaliza as reformas necessárias, inclusive a reforma tributária, para garantir maior participação dos Municípios no “bolo tributário”.

Sobre a Previdência Social, o presidente da CNM explicou: “quando eu falo em reforma da Previdência eu não estou falando das pessoas que recebem um salário mínimo, dois salários. Eu estou falando das grandes aposentadorias, de dezenas de milhares de reais. O país não suporta mais isso”. Ele reforçou ainda que “a reforma da Previdência é muito importante para a União, para os Estados e para os Municípios. Também para as futuras gerações que vão pagar essa conta”.

De acordo com o líder municipalista, o tema deve ser tratado durante reunião com representantes do governo, nos próximos dias. Dentre as pautas da agenda, as questões divergentes devem ganhar destaque. "Nós vamos ouvir do governo qual sua intenção efetivamente, vamos jogar nossas propostas na mesa para discussão”, conta Aroldi. O presidente da CNM também pretende encaminhar com o governo alguns debates da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, marcada entre os dias 8 e 11 de abril.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do O Dia


Notícias relacionadas