Home / Comunicação / Pesquisa mapeia ações para proteção de cães e gatos nos Municípios; gestor pode responder até 31 de julho

Notícias

29/06/2022

Compartilhe esta notícia:

Pesquisa mapeia ações para proteção de cães e gatos nos Municípios; gestor pode responder até 31 de julho

28062022 card pesquisa caes e gatosO Ministério do Meio Ambiente (MMA) está com pesquisa aberta para mapear as ações de proteção e bem-estar de cães e gatos nos Municípios. O formulário on-line ficará disponível até 31 de julho e é exclusivo para gestores municipais envolvidos com a execução de políticas públicas nesta área.

Após fazer o cadastro no site, o servidor ou gestor designado deve responder o questionário e enviá-lo. Em caso de dúvidas, pode ser encaminhado e-mail para cgpro@mma.gov.br. No assunto, escreva “Consulta aos gestores municipais – Formulário de pesquisa sobre proteção e bem-estar de cães e gatos”.

A pasta federal – que possui uma Coordenação-Geral de Proteção e Defesa Animal, criada em 2020 no âmbito da Secretaria de Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente com o objetivo de conhecer os programas, projetos e ações desenvolvidas pelos Municípios – informa que o número de animais abandonados cresceu muito nas áreas urbanas e rurais devido à pandemia da Covid-19, tornando-se uma questão de saúde pública, com problemas urbanos e ambientais.

Assim, a pesquisa permitirá ao ministério traçar um diagnóstico, além de identificar boas práticas e também problemas que precisam ser resolvidos, principalmente nas comunidades mais carentes e vulneráveis.

Pesquisa
O questionário é dividido em quatro partes – visão geral, executivo municipal, legislação e políticas públicas – e reúne perguntas sobre ações que envolvem a proteção e bem-estar de cães e gatos, como programas de controle populacional, de combate aos maus tratos, atenção básica veterinária, campanhas de vacinação contra zoonoses, educação para guarda responsável e adoção de animais, entre outras políticas voltadas à fauna doméstica.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), hoje, há cerca de 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos abandonados no Brasil, o que equivale a mais da metade do total de animais de estimação.

Da Agência CNM de Notícias, com informações do Ministério do Meio Ambiente


Notícias relacionadas