Home / Comunicação / Pitangueiras (PR) oferece internet gratuita para seus moradores

Notícias

08/11/2012

Compartilhe esta notícia:

Pitangueiras (PR) oferece internet gratuita para seus moradores

Prefeitura de Pitangueiras (PR)Com uma população estimada em 2,8 mil habitantes, Pitangueiras, no norte do Paraná, a 70 quilômetros de Maringá, agora é uma Cidade Digital. O termo é recente e serve para destacar os Municípios que oferecem internet gratuita a seus moradores. A iniciativa já beneficia 80% da população.

O programa que busca a inclusão digital da população foi inaugurado oficialmente no Município em junho de 2009, por meio da criação da Lei municipal 379, e atende toda a área urbana e 80% da área rural. A proposta determina o fornecimento gratuito do sinal aberto via rádio, através de redes sem fio, para captação por qualquer interessado. Para a população aderir basta possuir os equipamentos para captação de sinal que é composto por computador e kit wireless – placa PCI WI-FI, conectores, cabos e antena receptora.

O assessor municipal do projeto, Paulo Sergio Gonçalves, conta que a ideia inicial era disponibilizar internet gratuita para oferecer melhores condições para a população e para o produtor rural. "As oportunidades na cidade são diferentes do campo. O jovem rural não tem acesso e isso é um causador do êxodo rural.", observa.

Projeto Municipal
Na opinião de Paulo, os gestores públicos precisam pensar em erradicar o analfabetismo digital também. Para ele a nova comunicação é digital. “O jovem sem internet é um jovem pela metade, um trabalhador pela metade. Com o projeto percebemos uma mudança de comportamento, as pessoas têm mais informações, conseguimos atrair investimentos, uma empresa se estabeleceu aqui por conta do sinal gratuito. Também temos um centro de educação digital gratuito que oferece cursos para os moradores, e temos uma grande procura”, revela.

Prefeitura de Pitangueiras (PR)Inicialmente, o custo para a implantação do sistema na cidade foi de R$ 25 mil, com uma manutenção mensal de aproximadamente R$ 5 mil. O prefeito Cristovon Ripol conta que percebeu que não precisava do governo federal para fazer o projeto.  "Busquei experiências de outros Municípios, como de Santa Cecília do Pavão que fica na região Norte do Paraná. O sistema ajuda para fazer a gestão, a administração pública.”, relata.

O programa cobre boa parte do território municipal, sendo realizada através de cinco bases instaladas em torres com altura que varia entre 15 e 25 metros. Dessas bases, quatro delas encontram-se instaladas na sede do Município, inclusive em uma delas aproveitou-se a estrutura da torre da Igreja Matriz. A 5ª torre encontra-se instalada na zona rural.

Exemplo
Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM) o programa passou a ser modelo de uso das tecnologias da informação, pois investe no desenvolvimento municipal e aproveita o que há de melhor na tecnologia para incluir digitalmente a sua população.

 


Notícias relacionadas