Home / Comunicação / Planejamento financeiro: prefeitos buscam na CNM orientações para gestão de recursos

Notícias

24/09/2019

Compartilhe esta notícia:

Planejamento financeiro: prefeitos buscam na CNM orientações para gestão de recursos

montagem prefeitos roA busca por um bom planejamento financeiro para uma gestão municipal de qualidade trouxe três prefeitos do Estado de Rondônia à sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta segunda-feira, 23 de setembro. Entender como os próximos recursos a serem creditados nas contas municipais podem ser utilizados da forma mais planejada e eficaz possível foi o que levou os gestores de Colorado do Oeste, José Ribamar de Oliveira; Cabixi, Silvério de Almeida; e Pimenteiras do Oeste, Olvindo Luiz Donde a buscarem o atendimento técnico da entidade.

Na CNM, os prefeitos foram recebidos pelo economista da área de Estudos Técnicos, Wanderson Rocha, que, além das projeções para os próximos meses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), apresentou as expectativas para os recursos de cessão onerosa. O especialista da entidade explicou aos administradores locais as diferenças entre a utilização dos valores e de que forma o Município poderia utilizá-los para garantir uma melhor qualidade de vida aos munícipes.

O economista da CNM apresentou a ferramenta da entidade chamada CiDados, que contém vários panoramas das transferências constitucionais, como o do, por exemplo. Ele explicou que a CNM reúne os dados de forma a avaliar a sazonalidade dos repasses para facilitar o planejamento dos administradores locais. “Essa ferramenta nos permite fazer comparações com os mesmos valores creditados no mesmo período do ano passado. E isso facilita na hora de fazer as comparações e avaliar o quanto os fundos cresceram”.

Cessão Onerosa
Rocha apresentou aos gestores as projeções elaboradas pela CNM acerca da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 98/2019, que prevê o repasse de parte da arrecadação da União com o megaleilão de petróleo agendado para 6 de novembro. São esperados R$ 10,9 bilhões para os Municípios. A reivindicação da entidade é que os deputados devem ser favoráveis ao critério do FPM.

Os prefeitos questionaram acerca da possibilidade de o recurso ser liberado neste ano. Rocha explicou que a expectativa do governo é liberar os valores no final de dezembro, mas que a CNM alerta aos gestores que não façam compromisso com esse recurso, pois é apenas uma previsão. “Esse valor tanto pode ser maior quanto menor, assim como ele pode ser creditado só em 2020”, alertou o especialista.

Confira a previsão para seu Município.

Por Mabilia Souza

Foto: Bianca Galeno/Ag. CNM

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas