Home / Comunicação / Plataforma apresenta dados de emissões de gases de efeito estufa em nível municipal para todo país

Notícias

27/04/2021

Compartilhe esta notícia:

Plataforma apresenta dados de emissões de gases de efeito estufa em nível municipal para todo país

CARD SEEG CIDADES 01 Prancheta 1 cópia 6 1O Sistema de Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa (SEEG) está realizando seminários regionais durante todo o mês de abril para divulgar a última coleção de dados produzida. Nesta oportunidade, o SEEG Municípios está sendo feito em escala municipal. Trata-se de uma iniciativa do Observatório do Clima, que fornece as estimativas de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) para todos os Municípios brasileiros.

Os seminários regionais trazem os resultados das estimativas das emissões das cidades brasileiras, com enfoque em cada região que compõem o território nacional. Os eventos, realizados de forma online, apresentam os resultados para que os atores chaves de cada região se apropriem da ferramenta, dando utilidade prática aos dados municipais e apoiando o processo de planejamento climático. Portanto, tem como objetivo fundamentar o processo de tomada de decisão dos gestores municipais.

O seminário da Região Sudeste acontecerá no próximo dia 28 de abril, quarta-feira, e o voltado para Região Sul será no dia 30 de abril, sexta-feira. Os webinars podem ser assistidos ao vivo, a partir das 10h30, no canal do Observatório do Clima no Youtube. Os eventos da Região Norte, Nordeste e Centro-Oeste já foram realizados e estão disponíveis para serem assistidos.


Plataforma
O SEEG foi criado em 2012, tratando-se da primeira iniciativa nacional de produção de estimativas anuais para toda a economia. Incorporado ao Observatório do Clima, tornou-se uma das maiores bases de dados nacionais sobre emissões de gases estufa.

As Estimativas de Emissões e Remoções de Gases de Efeito Estufa são geradas segundo as diretrizes do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), com base na metodologia dos Inventários Brasileiros de Emissões e Remoções Antrópicas de Gases do Efeito Estufa, elaborado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e em dados obtidos junto a relatórios governamentais, institutos, centros de pesquisa, entidades setoriais e organizações não governamentais.

O SEEG Municípios computou as emissões de gases de efeito estufa de todos os 5.568 Municípios brasileiros. O levantamento cobre todos os anos de 2000 a 2018 e o estudo abrange mais de uma centena de fontes de emissões que estão organizadas em cinco categorias: agropecuária, energia, processos industriais, resíduos e mudança de uso da terra. Os dados estão disponíveis aqui.

Este é o primeiro levantamento das emissões com foco na esfera municipal, especialmente para um país de dimensões continentais como o Brasil. O objetivo é aumentar o conhecimento dos prefeitos, câmaras de vereadores, servidores municipais e da sociedade local sobre a dinâmica das emissões e prover uma ferramenta para o desenvolvimento de políticas de desenvolvimento municipal com redução de carbono.

É o poder local que regula vários elementos que implicam nas emissões de gases de efeito estufa, como por exemplo, a implementação de restrições ambientais, a definição e implantação de áreas verdes, a realização de licenciamento ambiental local, transporte e mobilidade urbana, planejamento territorial, critérios da construção civil, gestão de resíduos sólidos, serviços públicos de energia e estímulos para os diferentes setores da economia.

Entender as emissões é o primeiro passo para que seja possível realizar ações para reduzi-las, assim como para pensar planos de ação climática e de adaptação. Fazer um inventário de emissões é um trabalho caro e dispendioso, que demanda recursos técnicos e financeiros que muitas vezes os Municípios não possuem. Por isso, menos de 5% das cidades brasileiras já realizaram um inventário para pelo menos um ano. Apesar de o SEEG Municípios não equivaler a um inventário propriamente dito, fornece um bom cenário de como estão as emissões nos Municípios brasileiros.

O SEEG Municípios é promovido pelo Observatório do Clima em parceria com as instituições IPAM, IMAZON, IMAFLORA, IEMA e ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade. O lançamento da plataforma foi feito em março de 2021 e está disponível para ser assistido aqui.

 

Foto: EBC


Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas