Home / Comunicação / Políticas públicas voltadas para os jovens são apresentadas em Brasília

Notícias

22/08/2018

Compartilhe esta notícia:

Políticas públicas voltadas para os jovens são apresentadas em Brasília

22082018 Encontro Jovem Municipalista painel 2Trazer para o debater políticas públicas nacionais e municipais para a juventude e na América Latina. Esse foi o objetivo do primeiro painel realizado no Município em pauta: Encontro Jovem Municipalista. Promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o encontro acontece na sede da entidade nesta quarta-feira, 22 de agosto.

A prefeita de São Bento do Uma (PE), Débora Almeida, foi a mediadora da mesa. Ao abrir o painel, a gestora municipal apresentou o Programa Estou Presente, Professor, implementado no Município e ganhador do Prêmio MuniCiência. “Nós acompanhamos o índice de desenvolvimento que os alunos têm. Se verificar que o aluno está faltando, a escola vai em busca dele, a secretaria se articula com outras secretarias, vai na casa do aluno e vê o critério que está levando o jovem a se afastar da escola”, completa.

Desta forma, avalia a prefeita, o Município pode fazer todo um trabalho de forma que o aluno volte para a sala de aula. Os números mostram o sucesso do programa. “Com o aluno participando da sala de aula, conseguimos elevar a aprovação, os índices de desenvolvimento, porque ele está frequentando, ele está sendo acompanhado e tem uma melhora no desenvolvimento educacional”, finaliza.

Além disso, o Município promove a avaliação semestral dos alunos. Com as provas municipais, a prefeitura consegue saber as habilidades que precisam ser trabalhadas nos alunos e, com isso, promovem a formação do professor voltada justamente para as dificuldades que precisam ser trabalhadas.

Por fim, ela deu o recado: “uma das coisas que possam dizer a vocês é: Invistam em Educação. Realmente invistam com seriedade. Muitas vezes você vai ser listado a construir escolas, uma quadra, porque eleitoralmente para a próxima eleição aquilo é visível. Mas é investir em qualidade de ensino, tendo cuidado, acompanhando diretamente cada aluno desses”, disse.

Em seguida, o prefeito de Gurjão (PB), Ronaldo de Queiroz, apresentou o Programa de Protagonismo Juvenil, aplicado no Município e, também, ganhador do Prêmio Municiência. No Município, o gestor reuniu uma força tarefa e ouviu os jovens para estabelecer uma parceria entre Município, sociedade e a juventude. “Nós fizemos um levantamento de cadastro de todos os jovens e a escolha deles com a pergunta o que vocês querem para o amanhã? Os jovens estavam nas ruas, sem auto estima, o índicie de suicídio estava alto. Preocupados, conversamos e fizemos uma parceria com as universidades para que eles nos oferecessem o suporte de ir a Gurjão e fazer um teste vocacional nos alunos”, explica.

Feito isso, os dados mostravam o que os jovens gostariam de ter para eles mesmos. “Com isso, conseguimos oficinas de músicas, oficinas de cursos diversos, através de parcerias municipais, estaduais e nacionais”, disse, que reforçou que o sucesso do projeto está no engajamento dos jovens em atividades culturais, educacionais e cidadania. “Aproveito para parabenizar esses jovens que estão aqui querendo mudar a Política Pública para os jovens”, finaliza.

Presente no evento, o Secretário Nacional de Juventude da Presidência da República, Assis Costa Filho, apresentou aos participantes o programa Brasil Mais Jovem 2018. Promovido pelo Governo Federal, o programa reúne ações voltadas para os jovens e que são desenvolvidas em 13 Ministérios.

”Um dos projetos é o Plano Juventude Viva, que consideramos como uma das principais estratégias no enfrentamento a violência contra jovens negros no Brasil. Todos os últimos dados apontam que a violência no país tem faixa etária, cor de pele e geografia. São jovens, negros, pobres e de baixa escolaridade que vivem nas periferias do país”, completa.

Como convidado especial, compareceu o prefeito de Hato Mayor, na República Dominicana, Odalis Vegas. Presidente da Comissão de Autoridades Jovens da Federação Latinoamericana de Cidades, Municípios e Associações Municipalistas (Flacma), o gestor fez uma breve apresentação de como o tema juventude foi inserido no trabalho da Federação. “Não tínhamos nada voltado para os jovens. Colocamos em pauta e uma Assembleia da Flacma votou. Com isso, criamos a Comissão de Autoridades Jovens”, explica.


Por: Lívia Villela
Fotos: Jefferson Viana

Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas