Home / Comunicação / Pompéia desenvolve sistema de informações da Saúde e registra diversos benéficos

Notícias

25/10/2012

Compartilhe esta notícia:

Pompéia desenvolve sistema de informações da Saúde e registra diversos benéficos

Prefeitura de Pompéia (SP)

“Todo cidadão tem direito ao acesso ordenado e organizado aos sistemas de Saúde e a um tratamento adequado e efetivo para o problema”. A partir dessa premissa, o Município de Pompéia (SP) desenvolveu o sistema SigSaúde, que é um programa de informação composto por dados de Saúde e Social. De acordo com documento da prefeitura, o banco de dados centraliza e estrutura todas as informações geradas pelas unidades de saúde da região.

O sistema foi viabilizado por meio do uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s). O que para o gerente de TI da prefeitura, José Steverson, é avanço importante. “Um projeto dessa magnitude está presente em pouquíssimas cidades brasileiras”, destaca o especialista. Ele salienta que o projeto pode ser apresentado a população e a outros Municípios. “Estão convidados a conhecer o projeto e tirar suas próprias conclusões”, sugere.

A iniciativa surgiu da necessidade de obter levantamentos e diagnósticos dos projetos, campanhas e serviços de Saúde prestados. Com objetivo de possibilitar melhorias na qualidade de vida da população local.

Um balanço de Pompéia relata que as informações e os processos originados da área da Saúde eram feitos de forma segmentada e sem padrão de estruturação, e isso dificultava a gerência e o controle adequado das atividades cotidianas. Em resumo, os registros das informações eram feitos de forma desordenada e não sistêmica.

Prefeitura de Pompéia (SP)As informações
Em breve, os moradores poderão obter informações de prontuário eletrônico, de agendamento integrado de consultas, de exames e de acesso a medicamentos pelo SigSaúde. A expectativa é oferecer maior segurança no atendimento de cada paciente. Já para os gestores, o Sistema reúne relatórios de produtividade, de distribuição de medicamentos, de exames, de incidências de doenças. Além de outras informações precisas e transparentes.

Durante o desenvolvimento do projeto, a administração local também buscou redução de custos. Neste sentido, o projeto prevê substituir a plataforma convencional de telefonia com a tecnologia IP – linha virtual por acesso à internet de banda larga. A estimativa é de que se conquiste redução de 40% nos gastos. Além de toda a rede de Saúde, as áreas de Educação, Esporte e Administrativa também vão utilizar o novo sistema telefônico.

Benefícios
O projeto ainda está em fase de conclusão, mas a prefeitura estima que o valor final do investimento fique por volta de R$ 350 mil. Apesar de ainda não ter finalizado o programa, o Município já lista diversos benefícios. Como, por exemplo: agilidade no atendimento; acesso instantâneo a informações; melhoria na visibilidade e gerencia; aprimoramento da comunicação e das tomadas de decisão; maior eficiência e efetividade e redução de gastos.

Para o prefeito, Oscar Norio Yasuda, o investimento ainda vai gerar um resultado muito bom. “Facilita mais o monitoramento e com certeza melhora o trabalho”, disse. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, defende: “é fundamental conhecer a realidade local para que as políticas públicas sejam mais eficientes e reflitam na qualidade de vida da população”. Por isso, a entidade reconhece a boa prática de Pompéia.

 


Notícias relacionadas