Home / Comunicação / Prefeita e gestoras de Doutor Pedrinho (SC) retornam à CNM para orientações sobre Saúde

Notícias

28/08/2018

Compartilhe esta notícia:

Prefeita e gestoras de Doutor Pedrinho (SC) retornam à CNM para orientações sobre Saúde

Jefferson Viana/ Ag. CNM Localizado sobre o Médio Vale do Itajaí, Doutor Pedrinho (SC) contabiliza pouco mais de 4 mil habitantes. Em busca de orientações para expandir o atendimento à saúde, a prefeita, Simoni Mercia Mesch, visitou a sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), na manhã desta terça-feira, 28 de agosto. A gestora demostra a força e o diferencial da mulher à frente de cargos públicos. Ela tem se agarrado às orientações da entidade para desenvolver uma gestão eficiente, e assim aproveitou agenda na capita federal para retornar à Confederação.

Acompanhada da secretária de Saúde e Assistência Social, Ticiane Lenzi; e da gestora municipal de Convênios, Cristiane Tonelli, a prefeita relatou um pouca de sua experiência com o primeiro mandato. “Eu sou uma política nova, não fazia parte desse mundo. Quando eu fui chamada para conhecer a CNM e a estrutura que ela dá para os prefeitos e para os Municípios, eu fiquei encantada. E, para mim, foi uma tábua de salvação”, contou. Ele afirmou ainda: “eu me agarrei com unhas e dentes”.

Simoni contar também que seu primeiro contato com a entidade foi durante o encontro Novos Gestores, ocorrido em novembro de 2016. Ela disse que pegou todo o material técnico produzido pela Confederação e entregue no evento e já foi lendo durante a viagem de volta para seu Município. “Fiz um estudo de caso de todas os setores, passei para todos os meus secretários o que era mais importante, que eu tinha visto aqui, e fiz um planejamento em cima da CNM”, contou a municipalista.

Caminhos
DoutorPedrinhoSC“As pessoas olharem a política e olharem uma prefeitura, de fora para dentro, é totalmente diferente. Quando você cruza essa porta, os caminhos são outros: é uma burocracia, é uma lentidão”, contextualizou. Segundo a prefeita, soma-se a isso uma insegurança jurídica e a crise financeira. “É a pior época para fazer gestão”, reconhece. Mas Simoni entende que a Confederação é uma fonte de recursos de conhecimentos e amparo.

As gestoras catarinenses foram recebidas pela equipe Institucional da CNM, e orientadas pela técnica em Saúde, Amanda de Oliveira. Os dados da realidade municipal na área da saúde – disponíveis no conteúdo Exclusivo do site – foram analisados e Simoni destacou que o objetivo principal da prefeitura é conseguir mais um médico para expandir o atendimento à população, inclusive a comunidade indígena. Atualmente, a gestão se desdobra para fornecer ações de saúde com uma equipe de Saúde da Família (eSF).

Intenção
Sobre esse objetivo, a secretária de Saúde explicou que a intenção é conseguir um profissional de saúde, por meio do Programa Mais Médicos, para que a cobertura passa de 85% para 100% da comunidade. Se antecipando, Ticiane e a prefeita mencionaram a preocupação de os atendimentos ficarem insustentáveis, com a abertura de nova rodovia na região e potencial aumento nos números de atendimentos da rede de saúde local.

Por demostrar um diferencial na política atual, a gestora também foi recebida pela Comunicação CNM e pelo Movimento Mulheres Municipalistas (MMM). A integrante da Assessoria de Relações Internacionais Thaís Mendes explicou o que é o movimento feminino municipalista e como fazer parte dessa iniciativa, que surgiu com o objetivo de mudar a realidade da baixa participação da mulher na política.

Município
Doutor Pedrinho é uma região privilegiada com belezas naturais como montanhas, rios, cascatas e grutas. Além ecoturismo, é o grande atrativo a aldeia indígena da região, que também pode ser visitada para conhecer cultura e histórias.

Por: Raquel Montalvão
Foto: Jefferson Viana / Ag. CNM
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas