Home / Comunicação / Rede de Municípios Doadores chega a Passo Fundo e Tapejara no Rio Grande do Sul

Notícias

03/06/2019

Compartilhe esta notícia:

Rede de Municípios Doadores chega a Passo Fundo e Tapejara no Rio Grande do Sul

Ag. CNMO projeto Rede de Municípios Doadores, da Confederação Nacional de Municípios (CNM) – lançado para incentivar a doação e contribuir com a manutenção dos estoques nos hemocentros – chegou ao norte do Rio Grande do Sul. A iniciativa foi apresentada a gestores de Passo Fundo e da cidade vizinha Tapejara, na quinta-feira, 30 de maio, pela consultora da entidade Mariana Boff Barreto. Ela destacou que o objetivo é envolver prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, primeiras damas e demais gestores municipais em uma ação coordenada.

A consultora da Confederação explicou que o projeto visa a contribuir com o aumento das doações de sangue no país e buscar atuar como um motor de transformação na realidade da falta de sangue para quem precisa, por meio de plataforma digital responsável por promover a interação entre hemocentros, prefeituras e doadores. “Esse sistema estabelece um fluxo mais eficaz de divulgação e atendimento de demandas por sangue, no qual as Unidades de Coleta emitem alertas de baixo estoque para as prefeituras”, explicou Mariana.

Ela esclareceu ainda que as prefeituras, por sua vez, criam transportes solidários para encaminhar os doadores para as localidades que necessitam de apoio para não zerar os estoques de sangue. O prefeito de Tapejara, Vilmar Merotto, participou da reunião, e mencionou o exemplo de seu Município, que já realiza viagens semanais ao Hemocentro Regional de Passo Fundo (Hemopasso) para o transporte de doadores. Merotto reconheceu que o projeto da CNM é de suma importância pois trata-se de uma questão de saúde pública e de responsabilidade social.

Técnicas
Atualmente, o Hemopasso abrange 147 Municípios, e é um dos maiores do Estado. Ao utilizar técnicas avançadas de fenotipagem, o hemocentro promove uma das realizações mais completas do perfil de doadores existentes no Brasil. A instituição também possui uma média de doações de sangue acima da média nacional. Tanto o Hemopasso quanto o Município de Tapejara demostrou interesse no aplicativo da CNM.

“Este é o primeiro passo para concretizar a ação do movimento que busca atuar como exemplo de transformação na realidade brasileira de doação sanguínea”, assegurou Mariana. Ocorrida no Hemopasso, a reunião contou com a presença das coordenadoras Geral e de Captação de Doadores, Claudete Mistura Doro e Alexandra Mazzoca. Além do prefeito de Tapejara, a gestão vizinha foi representada pela coordenadora da Secretaria Municipal de Saúde, Daniela Girardi; e pela secretária de Saúde, Maeli Bruneetto Cerezolli.

Da Agência CNM de Notícias
F
oto: CNM

 


Notícias relacionadas