Home / Comunicação / Roda de Conhecimento apresenta segunda edição do Projeto Virada Ambiental

Notícias

01/10/2020

Compartilhe esta notícia:

Roda de Conhecimento apresenta segunda edição do Projeto Virada Ambiental

01102020 virada ambiental live cnmConvidar os gestores de todos os Municípios do país a estimularem o plantio de mudas nativas. Este é um dos objetivos do Projeto Virada Ambiental 2020, que acontece durante a Semana da Virada Ambiental, de 22 a 28 de novembro. O tema foi abordado durante Roda de Conhecimento, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta quinta-feira, 1º de outubro.

Agora em nível nacional, a segunda edição do projeto busca estimular a participação e o comprometimento dos Municípios com o plantio orientado de mudas de árvores durante o mês de novembro. A primeira edição do projeto foi voltada aos Municípios de Goiás, onde surgiu a proposta.

Durante a Roda foram apresentados pelos palestrantes os diversos benefícios que o plantio de espécies nativas traz para o Município e para os munícipes. Além da conservação da biodiversidade, vários serviços ambientais são assegurados com esse tipo de iniciativa. Mais do que benefícios ambientais, a existência dessas áreas verdes também oferta bem-estar e opções de lazer para a população, assim como pode incentivar o turismo.

“Esse projeto nunca foi de doação de mudas. Mas sim, tem o sentido de sensibilização ambiental no compromisso de preservação de nascentes, etc”, ressaltou o assessor ambiental da Associação Goiana de Municípios (AGM) e membro do Conselho Estadual do Meio Ambiente, Germano Augusto de Oliveira. Ele também destacou a importância das mudas serem plantadas no período chuvoso para maior sucesso do plantio.

Um dos idealizadores do projeto, o diretor-geral de Extensão e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Emiliano de Godoi, reforça que mais do que apenas plantar, a ação deve trazer benefícios para toda a localidade. “Que o ato de plantar seja rotineiro, que seja incorporado no dia a dia das pessoas. Porque é necessário que olhemos de forma diferente para esta questão ambiental. Uma única árvore ou um conjunto de árvores presta serviços ambientais que trazem benefícios diretos à comunidade. O primeiro deles é a questão da regulação térmica. Por outro lado, favorece a infiltração de água no solo e o reabastecimento de lençol freático”, complementou.

Segundo a consultora técnica de Meio Ambiente da Federação Goiana de Municípios (FGM) Priscila Inácio Guedes, a participação da comunidade e dos gestores municipais está grande nesta edição do projeto. “Ano passado tivemos uma mobilização interessante. E este ano, vemos uma mobilização muito maior e mais rápida em função do sucesso do primeiro ano”, lembrou.

Além disso, a consultora aponta que o sequestro de carbono é outro serviço indispensável que se destaca como benefício do reflorestamento proposto pelo projeto virada ambiental. Esse processo ocorre com a captura do gás carbônico presente no meio, sendo que a fixação do carbono nas plantas se dá principalmente em sua fase de crescimento, contribuindo assim para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

Como participar

A CNM é parceira no projeto. A analista técnica em Meio Ambiente da entidade, Sofia Zagallo, reforça que o primeiro passo é o gestor se mostrar interessado em participar. “Tem que assinar termo de adesão do projeto e enviar por e-mail. Em seguida, é só preparar as áreas que serão escolhidas para o plantio e buscar ou doações, compra de mudas, parcerias na região para doação de mudas. A iniciativa é para ser simples. É simplesmente o plantio de espécies nativas”, finalizou.

O termo de adesão está disponível aqui. Em seguida, deve ser enviado para o e-mail: tulio@agm-go.org.br. A partir daí, o gestor pode preparar o espaço para o plantio das plantas nativas e colher os frutos futuros desta ação.

A CNM está disponível para esclarecimento de dúvidas no email meioambiente@cnm.org.br ou no telefone (61) 2101-6038. Os outros palestrantes também estão à disposição nos contatos: Professor Emiliano de Godoi – UFG (emiliano@ufg.br), Federação Goiana de Municípios (meioambiente@fgm-go.org.br ou (62) 3999-7472) e Associação Goiana de Municípios (meioambiente@agm-go.org.br).

Confira como foi a Roda de Conhecimento:

Por: Lívia Villela
Da Agência CNM de Notícias

Leia também
Municípios devem participar do projeto Virada Ambiental plantando mudas nativas


Notícias relacionadas