Home / Comunicação / Roda de Conhecimento especial reforça atuação dos Centros de Covid-19

Notícias

20/04/2021

Compartilhe esta notícia:

Roda de Conhecimento especial reforça atuação dos Centros de Covid-19

roda conhecimento centros de atendimento covid 2.pngA véspera de feriado nacional começou com a transmissão de uma Roda de Conhecimento especial. Promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), a programação desta terça-feira, 20 de abril, teve como objetivo sanar dúvidas sobre a adesão, o credenciamento, a finalidade e os financiamentos relacionados aos Centros Covid.

Ao iniciar a transmissão, o consultor em Saúde da CNM, Denilson Magalhães, reforçou que são dois Centros Covid. “É uma estratégia do Ministério da Saúde, com centros que são vinculados à Atenção Primária à Saúde. O objetivo é fazer o primeiro atendimento de pessoas com sintomas da Covid-19”, diz.

Para explicar mais sobre como funcionam os centros, foi convidada para a transmissão a diretora do Departamento de Saúde da Família do Ministério da Saúde, Renata Maria de Oliveira Costa. “Os centros foram criados em caráter essencial e transitório, pensados para atender a este momento que vivemos. Por meio das portarias 1.444/2020 e 1.445/2020, criamos os dois centros: o Centro Comunitário de Referência e o Centro de Atendimento para Enfrentamento da Covid, de forma a complementar o atendimento das Unidades Básicas de Saúde”, reforça Renata.

Em 2020, o Ministério da Saúde contemplou 63 Municípios com os Centros Comunitários, totalizando 808 Centros Comunitários de Referência. “O Centro Comunitário emergiu das comunidades que têm nível de aglomeração maior. São comunidades em que há uma aglomeração subnormal, segundo definição do IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], que têm condições de saneamento, de oferta de serviços públicos deficientes, em comunidades com pelo menos 50 unidades residenciais”, complementa a representante do Ministério da Saúde.

No caso do Município não se enquadrar na definição acima, deve solicitar o credenciamento dos Centros de Atendimento para Enfrentamento da Covid. Em 2020, foram credenciados 3.290 Centros deste tipo, sendo contemplados pela Pasta 2.832 localidades. “Era necessário ter essa rede complementar, para que a gente vivesse essa pandemia sem comprometer o cuidado na atenção primária, que é a porta preferencial de entrar no Sistema de Saúde”, diz.

Este ano foram publicadas duas portarias para dar continuidade à atenção dessas populações no território. Uma delas, a Portaria 650/2021, fez uma revisão dos centros que estavam funcionando, especialmente devido à mudança da gestão nos Municípios. Atualmente são contemplados 1915 Centros de Atendimento e 92 Centros Comunitários em 1915 municípios em todo o país.

Leia Mais:
Liberação dos recursos da MP 1041 garantem o custeio temporário dos Centros Covid-19

Ministério da Saúde libera recursos para custeio de Centros de Atendimento da Covid-19

Confira como foi a Roda de Conhecimento:

Por: Lìvia Villela
Da Agência CNM de Notícias


Notícias relacionadas