Home / Comunicação / Roda de Conhecimento orienta gestores sobre coleta seletiva em período de pandemia

Notícias

07/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Roda de Conhecimento orienta gestores sobre coleta seletiva em período de pandemia

Roda 2 redEntre os desafios dos gestores municipais durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) está a coleta seletiva. Para sanar dúvidas dos gestores municipais sobre como proceder a coleta neste período, a Confederação Nacional de Municípios trouxe o tema para a Roda de Conhecimento desta quinta-feira, 7 de maio.

A supervisora do Núcleo de Desenvolvimento Territorial da CNM, Cláudia Lins, ressaltou que as ações de resíduos sólidos são consideradas serviços essenciais. Mas, diante de um cenário de pandemia, a coleta pode ser revista. “Cabe ao gestor local decidir pela continuidade ou suspensão da coleta seletiva e da compostagem. Lembrando que a coleta convencional deve continuar, ela não pode ser suspensa”, disse.

Para orientar sobre como proceder com a coleta, a analista técnica em Saneamento da CNM, Priscila Alvares, reforçou alguns pontos que podem ajudar o gestor municipal a refletir sobre como conduzir as ações na localidade. O primeiro deles, é que o gestor deve conversar sobre a temática com as secretarias envolvidas no processo. “Em seguida, é preciso que o gestor faça um planejamento para aferir se dentro dos grupos tem alguém de grupo de risco. Se tiver, podem verificar outra forma de remunerar essas pessoas, dando antecipação de férias, por exemplo”, citou.

Outro ponto levantado foi o uso de Equipamentos de Proteção Individual (Epis), como máscaras, por exemplo. “Nesse momento é de fundamental importância que os gestores ampliem, assegurem e reforcem a necessidade básica de higienização das mãos e proteção das faces”, disse a técnica, complementando que uma alternância de turnos entre as equipes, por exemplo, pode evitar aglomeração de pessoas.

Resíduos Domiciliares
Outro questionamento feito pelos gestores é com relação aos resíduos domiciliares e qual deve ser a destinação de produtos utilizados neste momento. O primeiro alerta dado pela técnica foi com relação a não destinar os resíduos com a mínima possibilidade de estarem infectados para coleta seletiva. “A indicação é que este tipo de produtos utilizados no momento, por exemplo, máscara facial, que as pessoas não coloquem no descarte da coleta seletiva, e sim nos resíduos sanitários, ou seja, junto ali no lixo do banheiro”, citou.

Para tanto, é necessário que o gestor crie ações que orientem a população sobre como está sendo feita a coleta no Município e como proceder com o descarte correto de produtos utilizados durante a pandemia. Para disseminar as informações, uma alternativa possível é colocar auto falante nos caminhões de lixo. Desta forma, a medida que vai fazendo a coleta, o caminhão vai transmitindo a mensagem e informando a população.

Orientações aos gestores
Para auxiliar os gestores durante a pandemia, a CNM disponibiliza uma variedade de materiais como notas técnicas, publicações, estudos e reportagens sobre o tema. Para acessar, o interessado deve ir ao site principal da entidade e clicar no banner da campanha.

Confira como foi a Roda de Conhecimento:

 

Por: Lívia Villela


Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas