Home / Comunicação / Secretário apresenta ações de combate à Covid-19 e retomada do Turismo em webconferência

Notícias

23/04/2020

Compartilhe esta notícia:

Secretário apresenta ações de combate à Covid-19 e retomada do Turismo em webconferência

73616ab7 9371 4bdd b910 d5d4246627b7Em sua segunda videoconferência da campanha Municípios juntos pelo Turismo, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) apresentou na tarde desta quinta-feira, 23 de abril, as ações adotadas pelo governo de São Paulo em relação aos programas e iniciativas da Secretaria de Turismo estadual no enfretamento da Covid-19. Os detalhes desse trabalho foram explicados pelo Secretário de Estado de Turismo de São Paulo e ex-ministro do Turismo, Vinícius Lummertz; e contou com a participação do presidente da Associação Paulista de Municípios (APM), Carlos Cruz; de prefeitos e de consultores e técnicos da CNM.

Carlos Cruz representou o presidente da CNM, Glademir Aroldi, no encontro. Em seu discurso, ressaltou que o momento é de união para superar as adversidades e elogiou o trabalho da campanha da CNM. “Os tempos são difíceis e nós vamos enfrentar um grande desafio. Estamos precisando de iniciativas e o Brasil vai superar esse desafio porque estamos fazendo isso. Parabenizo a CNM pela campanha”, disse o presidente da APM.

Em sua participação, o secretário estadual e ex-ministro do Turismo ressaltou a importância do Turismo para a retomada econômica e destacou que esse setor representa renda e geração de empregos. Dessa forma, não pode ser desconsiderado neste momento de crise. Entretanto, reforçou a necessidade de algumas ações que desburocratizem o processo de expansão das atividades turísticas no país. “O Turismo é uma conquista civilizatória. Estamos caminhando para 1,8 bilhão de viajantes no mundo. Nós temos o maior potencial natural para o Turismo do Planeta, um dos níveis mais altos de multiplicidades continentais. A atividade representa 10% da economia. No entanto, precisam ser feitas mudanças para o desenvolvimento como a desburocraticação. Tudo é amarrado no Brasil. Precisamos fazer as concessões dos nossos serviços como, por exemplo, dos parques temáticos. Essa crise é a oportunidade para isso: de reformas e de mudanças“, defendeu.

Ações estaduais
Para tentar minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus e retomar as atividades turísticas, o secretário citou como exemplo o trabalho que tem sido adotado pelo governo de São Paulo. A Secretaria de Turismo está promovendo uma ação interna de reaquecimento do Turismo no Estado. “Como existe um momento de recuo, nós temos que trabalhar o Turismo mais próximo para irmos adensando. Estamos chamando isso em São Paulo de rotas gastronômicas, cênicas, distritos turísticos e polo de turismo”, listou.

O secretário disse ainda que, por conta do potencial turístico do país, os Municípios não deixarão de receber investimentos quando acabar a pandemia. “Vamos ter recursos vindo do exterior, mas não podemos voltar como era antes. E agora é a oportunidade de ações diferentes para gerar emprego”, disse.

Retorno das atividades
Lummertz defendeu o planejamento ao retornar as atividades de atendimento ao turista de acordo com as peculiaridades dos Municípios e que ela seja feita por etapas para que cada Município defina o que pode ser adotado na abertura de estabelecimentos. “Vamos fazer uma abertura programada, de forma heterodoxa. Esse roteiro vai ter uma fase planejada. Uma lógica com experiências internacionais para termos equilíbrio. Mesmo com isolamento caindo, nós teríamos um equilíbrio e a mobilização pela comunicação e, para cada um dos setores, vamos usar protocolos em conjunto, com conhecimento e entendimento técnico. Contamos com todos os prefeitos nesse processo”, explicou.

A turismóloga da CNM Marta Feitosa e o consultor da CNM e presidente da Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial (OCBPM), Mário Nascimento, complementaram a fala do secretário ressaltando a importância da inclusão de recursos no orçamento de 2021 para capacitação das regiões turísticas do Estado. “Nós temos que trabalhar com a base. Qualificar os gestores, secretários e levar a informação completa. Qualificar também o design, a gastronomia, a promoção e a marca. Precisamos trabalhar essas capacitações nas regiões turísticas”, defendeu Nascimento. A videoconferência ainda contou com as participações da prefeita de Monteiro Lobato (SP), Daniela Brito; e do prefeito de Santa Rita do Passa Quatro (SP), Leandro Santos. A próxima reunião virtual da campanha está prevista para o dia 30 de abril e será transmitida, ao vivo, pelo YouTube e Facebook da CNM a partir das 16h. Assista à íntegra da live.  

 

Por: Allan Oliveira

Imagem: Marco Melo

Da Agência CNM de Notícias

 


Notícias relacionadas