Home / Comunicação / Segunda fase da campanha de vacinação contra gripe começa hoje

Notícias

22/04/2019

Compartilhe esta notícia:

Segunda fase da campanha de vacinação contra gripe começa hoje

Ministerio da saudeA segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa nesta segunda-feira, 22 de abril e vai até o dia 31 de maio, para imunizar trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas. Pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade também poderão ser vacinados em todos o país.

O dia D de mobilização nacional será no sábado, 4 de maio, em que todos os postos estarão abertos para vacinarem a população. O Ministério da Saúde (MS) contabiliza 41,8 mil postos de vacinação à disposição da população, além de 196,5 mil profissionais envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais. A primeira fase da campanha contra a gripe – para o público-alvo – foi lançada no dia 10 de abril, para vacinar crianças, gestantes e puérperas, o para o restante a vacina estará disponível a partir da próxima segunda-feira, dia 29.

Conhecida popularmente por gripe, a influenza é uma doença sazonal, comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes. No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos. No caso específico do Amazonas, por exemplo, a circulação do vírus segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas, enchentes e grande aglomeração de pessoas.

Dados
De acordo com dados do MS, até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no Estado.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta e recomenda a divulgação da campanha por parte dos gestores municipais, uma vez que a prevenção impacta diretamente nos atendimentos dos postos de saúde. A entidade aconselha que seja realizado um plano de ação com a disposição de ambiente adequado, materiais e insumos suficientes, equipe preparada para um grande fluxo de usuários nessa campanha de vacinação, assim como na continuidade das ações e orientações preventivas em âmbito local.

Leia também

Outono começou no Brasil com previsão de influência moderada do El Niño

Da Agência CNM de Notícias, com informações da ABr


Notícias relacionadas