Home / Comunicação / Serviços de Inspeção Municipal crescem 44% em cinco anos, aponta estudo da CNM

Notícias

19/09/2018

Compartilhe esta notícia:

Serviços de Inspeção Municipal crescem 44% em cinco anos, aponta estudo da CNM

15062016 Serviço de Inspeção Municipal governo da BahiaDe 2012 a 2017, houve um aumento de 44% no número de Serviços de Inspeção Municipal (SIM) no Brasil. Esses são responsáveis pela inspeção de mais de oito mil agroindústrias que beneficiam produtos de origem animal como leite, queijo, carnes e embutidos. Os dados são de estudo técnico da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que pesquisou mais de 4,7 mil Municípios brasileiros com o objetivo de apoiar a elaboração de políticas públicas para o fortalecimento do serviço, além de demostrar sua importância para economia local.

A pesquisa mostra que os destaques foram os Estados do Rio de Janeiro, com crescimento de 417%, passando de 6 para 31 Serviço. Em seguida, vêm Tocantins, que passou de 23 para 77 estabelecimentos, um aumento de 235%; Piauí, saltando de 16 para 40, e crescimento de 150%; e Alagoas, de 12 para 30, representando 150% de crescimento. Em valores absolutos, Minas Gerais foi o Estado com o maior número de SIM criados, contabilizando 102 novas unidades.

O panorama revela, ainda, que a principal atividade de inspeção é o abate de animais e/ou processamento de carne em 50% dos estabelecimentos, seguida por leite e derivados em 29%. A CNM destaca que 40% dessas agroindústrias estão na Região Sul e outras 37% na Região Sudeste. Já em 51% dos Municípios da Região Norte que possuem o SIM, foi informada a presença de somente 5% dos estabelecimentos. O Nordeste, com apenas 28% dos Municípios, concentra 10% das agroindústrias.

A Confederação também alerta para as dificuldades enfrentadas no processo de inspeção e na evolução dos processos de adesão ao Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária (Suasa) por 40% dos Municípios que constituíram o serviço. Entre os desafios, os gestores destacaram o atendimento a todas as normas sanitárias. Eles ainda encaram o combate ao comércio de produtos clandestinos, que competem economicamente com os produtos inspecionados e desestimulam os estabelecimentos registrados no SIM.

Seminário
A CNM ressalta que que o estudo será apresentado e debatido com os gestores municipais durante o “2° Seminário Nacional de Inspeção Sanitária Municipal - SUASA/SISBI-POA, PNAE E FORMAÇÃO DE CONSÓRCIOS”, que ocorrerá em todas as unidades da Federação. Para informações e programação acesse aqui.

Para conhecer a realidade dos serviços de inspeção municipal acesse aqui

Da Agência CNM de Notícias 


Notícias relacionadas