Home / Comunicação / Tania Ziulkoski abre evento sobre políticas públicas de gênero no contexto da gestão local

Notícias

07/12/2021

Compartilhe esta notícia:

Tania Ziulkoski abre evento sobre políticas públicas de gênero no contexto da gestão local

07122021 MMM Tania seminarioA fundadora do Movimento Mulheres Municipalistas (MMM), Tania Ziulkoski, abriu as atividades do evento Políticas públicas de gênero no contexto da gestão local: enfrentamento à Covid-19, no final da manhã desta terça-feira, 7 de dezembro. “Orgulhamo-nos desta primeira construção trinacional e transcontinental que pretende ampliar a atuação feminina na política nacional e internacional, contribuindo e buscando experiência exitosas para a qualificação dos governos locais”, destacou Tania.

Ainda em seu discurso inicial, Tania apontou que, durante o período pandêmico, surgiram exemplos da gestão feminina no enfrentamento da Covid-19, com práticas precisas, ágeis e eficientes. Mesmo sem a presença de uma mulher à frente dos trabalhos de combate ao vírus no Brasil, em âmbito nacional, 636 prefeitas fizeram a diferença. “Conduziram seus munícipes de forma organizada, minimizando os impactos negativos que abateram as famílias e a economia”, disse.

“Em Municípios com prefeitas no comando, o número de vítimas foi 43% menor”, frisou Tania ao citar os dados do acompanhamento semanal da Covid-19 feito pela CNM. Segundo ela, isso mostra que as mulheres atuam com extrema eficiência na gestão pública, e esse trabalho deve ser melhor divulgado. “Nosso objetivo é criar um ambiente de discussão sobre a necessidade de aumentar a presença feminina em todos os espaços de poder”, reforçou a fundadora do MMM.

Avanços
Em sua apresentação, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, prestou homenagem às vítimas da Covid-19, especialmente da Espanha, de Portugal e do Brasil. Ao mencionar o projeto inicial de instituir o movimento das mulheres dentro da CNM, para tratar mais efetivamente da política de gênero, Ziulkoski reconheceu os avanços obtidos, mas, segundo ele, no Brasil, o processo de maior participação da mulher na política ainda é incipiente.


“Estamos longe de alcançar o resultado, mas avanços importantes aconteceram. Hoje, nós temos 652 prefeitas no Brasil, que correspondem a 12,25% do total de 5.568 Municípios. Estamos longe de chegar à realidade brasileira, mais de 52% da população brasileira é composta por mulheres”, apontou. Para ele, o evento pode contribuir para mudar tal realidade, por um processo de destaque das prefeitas e vereadoras.

Por Raquel Montalvão
Da Agência CNM de Notícias


 


Notícias relacionadas