Home / Crises / Enfrentamento ao novo coronavírus

Enfrentamento ao novo coronavírus

covid19@cnm.org.br

Notícias

Saiba mais sobre o novo coronavírus (SARS-CoV-2)

 

A prevenção está nas suas mãos!

Não espere o coronavírus chegar no seu Município. A hora de agir é agora.

Gestor municipal,

Medidas do dia a dia, como lavar as mãos e evitar aglomerações, reduzem o contágio da doença. Por isso, a Confederação Nacional de Municípios (CNM), traz orientações básicas sobre a prevenção e o controle da transmissão do coronavírus.

O que é o coronavírus?

É uma família de vírus que causa infecções respiratórias. O novo agente (SARS-CoV-2), foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China, e provoca a doença chamada COVID-19.

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados em 1937. No entanto, somente em 1965 foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa. A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas e os idosos mais propensos a infecções.

Como controlar a transmissão do coronavírus

A identificação dos sintomas é um dos fatores mais importantes, visto a capacidade de propagação muito rápida da doença.

Essa verificação merece atenção de todos, para uma intervenção oportuna sobre qualquer caso suspeito, evitando a transmissão para outras pessoas nos ambientes de trabalho, convívio social e domiciliar.

Deve-se evitar quaisquer tipo de aglomerações de pessoas.

A identificação rápida de casos suspeitos e a intervenção oportuna com medidas de controle, são as ações mais indicadas.

Quais os sintomas

Os sintomas aparentes são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, como febre, tosse e dificuldade para respirar, que pode se agravar se não tomadas as medidas necessárias.

Os casos graves podem apresentar infecções nas vias respiratórias gerando complicações como pneumonia e infecções mais agressivas, que podem levar a óbito.

  • Cuidados básicos de prevenção

    • lavar as mãos frequentemente com água e sabonete ou usar um desinfetante para as mãos à base de álcool em gel;
    • evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
    • cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
    • evitar contato próximo com as pessoas;
    • evitar contato com pessoas já doentes com o novo coronavírus (SARS-CoV-2);
    • ao sentir os sinais e sintomas, permanecer em de isolamento domiciliar;
    • os grupos de risco devem evitar aglomerações (idosos, portadores de doenças crônicas, etc.);
    • limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência (bancadas, mesas, celular, telefone, teclado, mouse, maçaneta, corri-mão);
    • não compartilhar objetos de uso pessoal;

Veja como é a transmissão

É importante saber que as investigações sobre as formas de transmissão do coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por gotículas respiratórias ou contato, está ocorrendo e pode ser de forma continuada.

Qualquer pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção.














 

Outras informações importantes

Período de incubação: É o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias.

Período de transmissibilidade: De uma forma geral, a transmissão viral ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas. É possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o coronavírus. Durante o período de incubação e casos assintomáticos não são contagiosos.

Mais informações estão disponíveis na página do Ministério da Saúde Acesse


Notícias relacionadas