Home / Informe

INFORMATIZA APS


  UNIDADES ELEGÍVEIS  


 

A nova estratégia de financiamento da Atenção Primária à Saúde (APS) vai exigir dos gestores e de suas equipes um maior empenho na alimentação do e-SUS APS, de acordo com a Portaria 2.983 de 11 de novembro de 2019.

Após articulações e pedidos da CNM, o governo federal traz um incentivo de custeio para manutenção das unidades de saúde que implantaram e mantém regular o sistema de informação utilizados por suas equipes de Saúde da Família (eSF) e de Atenção Primária a Saúde (eAP).

Os recursos destinados ao custeio poderão ser utilizados em qualquer ação da atenção básica no âmbito do seu território, de acordo com o planejamento do orçamento municipal, como, por exemplo: no aluguel de equipamentos – computadores, impressoras, tablets, pagamento de link de internet para as UBS, pagamentos de mão de obra especializada, pagamento de folha de pessoal que atue nas atividades da atenção básica, pagamentos de softwares que viabilizem a informatização das UBS e compra de insumos para a atenção básica.

Classificação do Município Valor a ser recebido / mês
Urbanos e Intermediários adjacentes R$ 1.700,00 reais
Intermediários remotos e rurais adjacentes R$ 2.000,00 reais
Rurais remotos R$ 2.300,00 reais